Coligação 'Brumado Acima de Tudo' pede na justiça cassação do registro de candidatura e a inelegibilidade por 8 anos do candidato Fabrício e seu vice, Aurino Rocha

Coligação 'Brumado Acima de Tudo' pede na justiça cassação do registro de candidatura e a inelegibilidade por 8 anos do candidato Fabrício e seu vice, Aurino Rocha Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A coligação Brumado Acima de Tudo, do candidato Eduardo Vasconcelos, pede na justiça a cassação do registro de candidatura e a inelegibilidade por 8 anos do candidato Fabrício Abrantes e seu vice, Aurino Rocha, por abuso de poder econômico, caixa 2 e compra de votos. No processo, a coligação alega que "os candidatos, através do apoiador Roberto Gama, realizou serviços com retroescavadeiras e caçambas, além de fornecer bebida alcoólica em reunião com o candidato, o que é vedado pela legislação eleitoral". Caso condenados, os envolvidos responderão perante a justiça e podem ser condenados a cassação do registro de candidatura, pagamento de multa e pena de inelegibilidade por 8 anos.