BUSCA PELA CATEGORIA "Guanambi"


Vigilância Sanitária de Guanambi intensifica fiscalização e interdita bar que descumpria Decreto Municipal

Vigilância Sanitária de Guanambi intensifica fiscalização e interdita bar que descumpria Decreto Municipal Foto - Divulgação

A equipe da Vigilância Sanitária de Guanambi deu continuidade nas ações de fiscalização, intensificando as vistorias através de rondas noturnas por toda a cidade. Com o objetivo de orientar, educar e aplicar a legislação municipal, a ação fortalece a adoção das medidas de prevenção da transmissão do Covid-19, e para que se faça cumprir o Decreto Municipal nº 72, de 15 de janeiro, que "dispõe sobre as Medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo novo Coronavirus”. A Vigilância Sanitária interditou um estabelecimento (Bar), no bairro Vila Nova, na noite de sexta-feira (22). A Fiscalização se deu após o recebimento de uma denúncia que o referido local seguia funcionando, por volta de 0:00hs, e descumpria normas de Segurança estabelecidas para o Combate ao COVID-19. No local, a equipe de fiscais flagrou o descumprimento do horário de funcionamento permitido (06:00 às 23:00hs), aglomeração de pessoas, bem como o desrespeito ao distanciamento social. Com a interdição, o estabelecimento foi lacrado, desfazendo assim o número de pessoas aglomeradas e foi Instaurado Processo Administrativo Sanitário. A ação foi realizada em parceria com a Polícia Militar, que vem dando todo suporte para as equipes de fiscalização.


Guanambi: Técnica de Enfermagem foi a primeira vacinada com a primeira dose da vacina Coronavac

Guanambi: Técnica de Enfermagem foi a primeira vacinada com a primeira dose da vacina Coronavac Foto - Divulgação / PMG

Técnica de Enfermagem Catiane França, profissional da linha de frente do PA Covid de Guanambi foi a primeira vacinada com a primeira dose da vacina Coronavac. Ato se deu no gabinete municipal, e foi acompanhado pelo prefeito Nilo Coelho, vice-prefeito Arnaldo Azevedo, secretários municipais e diretores da Vigilâncias Sanitária, Epidemiológica e Atenção Básica.  Em Guanambi, na primeira etapa serão imunizados 3.581 trabalhadores de saúde, 3.612 idosos maiores de 75 anos e 46 internos do Lar dos Idosos, totalizando 7.239. Como são duas doses da vacina, perfazem ao todo 14.478 doses.  


Codevasf realiza serviços de duplicação de trecho da BR 030 em Guanambi (BA)

Codevasf realiza serviços de duplicação de trecho da BR 030 em Guanambi (BA) Foto - Divulgação

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está realizando os serviços de duplicação de trecho da BR 030 na entrada do município de Guanambi, no Médio São Francisco baiano. A atual etapa da ação representa um investimento de cerca de R$ 1,8 milhão. Ainda há a previsão de outras etapas da duplicação. “A obra foi iniciada há alguns dias. Estamos no momento executando a primeira etapa, que abrange um trecho de aproximadamente 850 metros, que vai do trevo do aeroporto até um pouco adiante de um supermercado atacadista. A obra é um serviço de asfaltamento com revestimento em CBUQ, que é o concreto betuminoso usinado a quente. No momento, está sendo executada a sub-base estabilizada, que é a primeira e mais importante das camadas e, logo em seguida, virão outras camadas de solo com uma granulometria controlada, para posteriormente vir a camada de revestimento em CBUQ”, explicou Marcelo Magalhães, técnico da Codevasf lotado no escritório de Guanambi e fiscal da obra.


Guanambi: IFBaiano entrega aplicativo de registro de ocorrências policiais ao 17º Batalhão

Guanambi: IFBaiano entrega aplicativo de registro de ocorrências policiais ao 17º Batalhão Foto - Divulgação / Polícia Militar / 17ª Batalhão de Guanambi

Na tarde desta terça-feira (05), foi entregue ao comando do 17ª Batalhão de Guanambi o layout e a versão concluída do aplicativo ROP-E (Registro de Ocorrências Policiais Eletrônico). O aplicativo conta com diversas funcionalidades, entre elas, o registro de ocorrências e o mapeamento de calor da criminalidade na cidade através de aparelhos smartphone com o objetivo da Polícia Militar da Bahia inovar através do uso da tecnologia na corporação. O desenvolvimento do aplicativo foi uma parceria do 17° Batalhão da Polícia Militar da Bahia e do IFBaiano (Instituto Federal Baiano) e contou com o apoio da empressa NeoCom que desenvolveu o layout. O aplicativo será utilizado pelos policiais de serviço nas viaturas do serviço operacional que irão registrar as ocorrências em tempo real, gerando um mapa de calor da criminalidade das cidades que compõem a área territorial do 17° BPM. Além dessas funcionalidades, o aplicativo irá subsidiar, através do mapa de calor criminal e relatórios estatísticos, o comando do 17° BPM na tomada de decisões estratégicas com vistas a elaborar um planejamento operacional com maior eficácia. Essa iniciativa é pioneira em todo o Estado da Bahia e Poderá servir de modelo para uso do aplicativo em todas as unidades da PMBA.


Uma história de amor e dedicação: Padre Cleonídio 25 anos a serviço do Reino de Deus

Uma história de amor e dedicação: Padre Cleonídio 25 anos a serviço do Reino de Deus Foto - Divulgação

De família humilde e simples do interior de Guanambi-BA, padre Cleonidio Alves da Silva é o quarto dos sete filhos da senhora Amelia (in memoria) e senhor Celso, de 84 anos. Teve uma infância tranquila, ajudava seus pais a cuidar da roça e dos animais. Seu tio, que ajudava na formação das Comunidades Eclesiais de Base, foi quem mais o influenciou na vida religiosa. Quando estava concluindo o 2°grau, recebeu o convite das irmãs religiosas Rosa Euvira e Elisa para participar dos encontros vocacionais. Terminados os encontros, já estava decidido a entrar no seminário. O padre Cleonidio iniciou a caminhada vocacional em Caetité-BA, no ano de 1987, e no ano seguinte, em Vitória da Conquista-BA, cursou Filosofia por três anos. Estudou Teologia em Belo Horizonte-MG de 1991 a 1994 e em dezembro do mesmo ano veio para Brumado-BA para o Estágio pastoral, acolhido pelo então pároco Monsenhor Antônio Fagundes. Ordenou diácono em 04 de junho de 1995 e presbítero em 31 de dezembro do mesmo ano. Permaneceu na paróquia Bom Jesus de Brumado-BA por mais dois anos, período esse que assumiu a paróquia de Malhada de Pedras-BA, como pároco, mas permaneceu auxiliando o Monsenhor em Brumado-BA juntamente com o padre Osvaldino Barbosa. No ano de 1997 foi transferido para Caetité-BA e assumiu a paróquia de Senhora Sant’Ana por nove anos. Em 2007 foi transferido para Guanambi-BA e conduziu a paróquia de Santo Antônio por sete anos. Em 2014 foi transferido para Belo Horizonte-MG para assumir a Comunidade de Formação Nossa Senhora de Guadalupe, onde se encontra o seminário de Filosofia e Teologia e por lá permaneceu por três anos. No ano de 2017 foi convidado a retornar à paróquia Bom Jesus em Brumado juntamente com o padre Jordano Viana Fernandes e por aqui permanece até hoje. Atualmente padre Cleonidio apresenta, pela Rádio Nova Vida FM 87,9, o programa matinal “Café espiritual” e celebra a santa missa semanalmente na paróquia a qual faz parte. Considerado uma pessoa aberta à reflexão das causas sociais, padre Cleonidio, possui como inspiração para o seu sacerdócio a cena em que Jesus lava os pés dos discípulos, o que representa força e humildade para todos os cristãos.


Guanambi: Criança de cinco anos morre vítima da Covid-19

Guanambi: Criança de cinco anos morre vítima da Covid-19 Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Nesta quarta-feira (02), a Secretaria Municipal de Saúde de Guanambi confirmou o óbito de uma criança de cinco anos, ocorrido no último sábado (28), em decorrência da Covid-19. A criança era portadora de comorbidades: neuropatia, Anóxia Perinatal e Paralisa Cerebral. Segundo a nota de pesar  da secretaria, a criança foi admitida no Hospital Geral de Guanambi no dia 23 de novembro, com suspeita da Covid-19. Dois dias depois, conseguiu transferência para uma UTI pediátrica no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, onde faleceu no último sábado. O exame laboratorial já havia sido coletada no momento da admissão do paciente no HGG, no entanto, o resultado do exame só foi oficializado nove dias depois.


Guanambi: PRF apreende 15 kg de cocaína e dá mais um grande prejuízo à criminalidade

Guanambi: PRF apreende 15 kg de cocaína e dá mais um grande prejuízo à criminalidade Foto - Divulgação / PRF-BA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu um veículo que transportava 15 kg de cocaína, o que equivale no mercado mais de meio milhão de reais. O fato ocorreu no início da tarde deste sábado (21), em Guanambi(BA). E na ação, um homem foi preso. Por volta das 16 h, na data de hoje, no quilômetro 233 da BR 030, no município de Guanambi (BA), equipe da PRF abordou um veículo I/Citroen C4 Pall, cor cinza, conduzido por um homem de 41 anos. Durante a abordagem, o motorista demonstrou bastante nervosismo e apresentou diversas informações desencontradas, o que levantou suspeita da equipe, a realizar uma fiscalização minuciosa, constatando a presença da droga escondida, dentro do tanque de combustível, dividida em 28 tabletes, envoltos com bexigas plásticas. Após a pesagem, a droga, que seria levada para Juazeiro/Ba, totalizou 15 kg de cocaína apreendidos, o que representam um prejuízo de mais de meio milhão de reais, que financiariam o crime organizado. Diante dos fatos, o preso, a droga e o veículo envolvido foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Guanambi-BA.


Guanambi: MPF denuncia secretário de Saúde por fraudes em projeto de tratamento de glaucoma pelo SUS

Guanambi: MPF denuncia secretário de Saúde por fraudes em projeto de tratamento de glaucoma pelo SUS Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O secretário de saúde da cidade de Guanambi, Manoel Paulo Fraga Rodrigues, foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por estelionato e falsificação em um projeto para tratamento de glaucoma pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Três médicos também foram denunciados pelos mesmos crimes, além de lesão corporal. Os nomes dos médicos denunciados não foram divulgados. De acordo com informações do G1, os procedimentos do projeto de tratamento do glaucoma eram feitos em uma clínica, que chegou a receber R$ 9,4 milhões do SUS para atendimentos em Guanambi e em outros 30 municípios próximos, entre 2013 e 2017. A clínica tem sede em Salvador e filiais em outras cidades. Na denúncia, as apurações do MPF apontam que os médicos responsáveis colocaram em risco a saúde dos pacientes, inseriram dados falsos no sistema do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e descumpriram diversos requisitos da Política Nacional de Atenção Oftalmológica. O Ministério Público Federal afirma ainda que os crimes só aconteceram, porque o secretário foi "omisso e conivente". Ele é o responsável por credenciar, regular, controlar e avaliar a empresa, além de ser quem reporta ao Ministério da Saúde as irregularidades encontradas, o que segundo o MPF não foi feito. Os médicos devem responder ainda por entrega de substância nociva à saúde cometida contra pacientes. O MPF pediu à Justiça a condenação dos três e do secretário.


Centro Universitário em Guanambi é obrigado a reduzir mensalidade em 30%

Centro Universitário em Guanambi é obrigado a reduzir mensalidade em 30% Foto - Divulgação

O Centro de Educação Superior de Guanambi (Cesg) deve reduzir em 30% o valor das mensalidades cobradas aos alunos do Centro Universitário FG (UNIFG), administrado por ele, conforme decisão que acatou recurso do Ministério Público estadual, apresentado pela promotora de Justiça Tatiane Cayres. Segundo a determinação do MP-BA, a redução deve permanecer até que seja estabelecido por decreto estadual o retorno das aulas presenciais ou até a suspensão da concessão dos descontos durante a pandemia pelo Supremo Tribunal Federal (STF), caso assim a Corte entenda sobre o assunto. Na decisão, publicada no último dia 15, o magistrado José Luiz Cardoso reformou decisão da primeira instância, que havia suspendido a concessão do desconto até posicionamento do STF, e concordou com o argumento da validade da Lei Estadual 14.279/2020, publicada em agosto deste ano, que estabelece o desconto mínimo de 30% para as instituições de ensino superior. No pedido liminar, a promotora de Justiça Tatiane Cayres apontou que o Cesg, conforme informações trazidas em representação protocolada pelos estudantes, desconsiderou que nem todos os alunos têm acesso integral e eficaz à internet, negou-se a reduzir a mensalidade mesmo com carga horária menor e diminuição de despesas, impossibilitou o trancamento do semestre e não consultou previamente o diretório estudantil a respeito da modalidade de ensino à distância.


Guanambi: Após tentar fuga, PRF e PMBA prendem contrabandista com caminhão lotado de cigarros contrabandeados

Guanambi: Após tentar fuga, PRF e PMBA prendem contrabandista com caminhão lotado de cigarros contrabandeados Foto - Divulgação / PRF-BA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em operação conjunta com a Polícia Militar da Bahia (PMBA), apreendeu na manhã desta quinta-feira (15), na BR 030 em Guanambi (BA), um caminhão com grande quantidade de cigarros contrabandeados. Durante fiscalização ostensiva de combate ao crime, as equipes deram ordem de parada a um caminhão Scania/T113, com placas de Maringá (PR), porém, o comando não foi atendido e o caminhoneiro empreendeu fuga em alta velocidade. Os policiais suspeitaram que o veículo estivesse carregado com material ilícito e teve início um acompanhamento tático que se prolongou por dois quilômetros. Durante a fuga, os policiais visualizaram o motorista arremessar um celular pela janela. Logo em seguida, conseguiram interceptar o caminhão e ao vistoriar o compartimento de carga, encontraram dentro do semirreboque 325 mil carteiras de cigarros contrabandeados, que estavam acomodadas em 704 caixas. A carga está avaliada em quase dois milhões de reais. O motorista de 34 anos confessou que ganharia 2.000 reais para realizar o transporte do ilícito. Relatou ainda que o carregamento foi feito em São José do Rio Preto e tinha como destino a capital baiana. Ele foi preso por contrabando e encaminhado, com o veículo e a carga, para a Polícia Judiciária. O crime de contrabando prevê pena de dois a cinco anos de prisão.