Agora Sudoeste
Agora Sudoeste

Artigo: Por que a língua portuguesa reprova tantos candidatos a empregos?

Artigo: Por que a língua portuguesa reprova tantos candidatos a empregos?

Vivemos no mundo da comunicação. Falar e escrever bem são fundamentais para todos os profissionais, das funções mais simples, até as mais complexas. Estes são alguns dos motivos para o elevado índice de reprovação dos candidatos: 1) Erros na escrita e nas concordâncias das palavras; 2) Dificuldade para produzir uma redação / texto, utilizando as palavras escritas, a exemplo de uma carta, e-mail ou memorando. Idem, idem, para a elaboração de um discurso simples, através da linguagem oral. Na origem dessas dificuldades está o pouco hábito de leitura, bem como  a complexidade do nosso idioma, cheio de regras e exceções. Aliado a tudo isso, os professores são pouco valorizados - financeira e moralmente - em nossa sociedade e junto aos seus alunos. Alguns desses educadores, infelizmente, ainda utilizam uma metodologia de ensino ineficaz, não conseguindo despertar o interesse de parte dos alunos, notadamente os mais jovens. Com o advento da internet,  a exigência do mercado de trabalho e também dos programas de acesso gratuito às Universidades – SISU e às Bolsas de Estudo - PROUNI, muitos jovens estão buscando aumentar os seus índices de leitura para escreverem de forma correta, com clareza e objetividade. Finalizando, saiba que somente você poderá favorecer a aprendizagem. Ter vontade e persistência para aprender e descobrir as riquezas das palavras do nosso lindo idioma é o primeiro passo a ser dado. Vá em frente e sucesso! Por Carlos Prates professor e escritor, natural de Brumado (BA).


Comentários
  • Dayse

    Realmente, a leitura é uma das formas de correr atras do prejuízo, de quem não se esforçou no ensino médio. O hábito da leitura te leva longe.............

Deixe seu comentário

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Saiba Mais