Vitória da Conquista segue no topo de casos prováveis de Dengue na Bahia

Vitória da Conquista segue no topo de casos prováveis de Dengue na Bahia
Foto - Divulgação

Com 12.885 casos prováveis de Dengue e cinco óbitos, o município de Vitória da Conquista continua liderando o ranking de registros da doença na Bahia. Vitória da Conquista possui mais que o dobro do número de casos de Salvador (5.178) e quase quatro vezes mais o número de notificações de Feira de Santana (3.525). Frente a este cenário desafiador, a Secretaria da Saúde do Estado continua reforçando a necessidade de que o município intensifique suas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, bem como amplie o horário de funcionamento dos postos de saúde, inclusive aos finais de semana e feriados. De acordo com a diretora de Vigilância Epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro, desde o ano passado, o estado tem trabalhado no auxílio do combate do Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue. “No ano passado Vitória da Conquista apresentou um grande número de notificações de Chikungunya, o que já era um alerta. Então decidimos, com base em critérios técnicos, realizar ciclos de UBV no ano passado. Em 2024, fizemos outro ciclo”, aponta a Diretora. Outra questão que tem preocupado em relação à situação em Vitória da Conquista é o número insuficiente de Agentes de Combate às Endemias (ACE). De acordo com o último levantamento, apenas 60 profissionais estavam atuando em campo. “Os ACE desenvolvem atividades de responsabilidade do município. Uma das formas de combate do Aedes aegypti é fazendo a ação do agente a exemplo de visita casa a casa, identificando e fazendo o tratamento de criadouros”, afirma Márcia São Pedro.


Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.



Deixe seu comentário

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Saiba Mais