Vitória da Conquista registra novo óbito por Dengue apesar de recomendações estaduais para ampliar atendimento

Vitória da Conquista registra novo óbito por Dengue apesar de recomendações estaduais para ampliar atendimento
Foto - Divulgação / Ascom Sesab

Vitória da Conquista enfrenta um desafiador cenário em sua luta contra a Dengue, com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia emitindo recomendações urgentes para que o município intensifique suas ações de combate à doença. O Estado recomendou que o município amplie o horário de funcionamento dos postos de saúde, inclusive aos finais de semana e feriados, para assegurar a assistência aos pacientes com suspeita de Dengue. Além disso, um ofício direcionado à Prefeitura sugere a imediata instalação de unidades de referência para acolhimento, notificação, coleta de amostras e referenciamento para unidade hospitalar, quando necessário. Contudo, as medidas propostas ainda não foram plenamente adotadas pelo município, que lamentavelmente confirmou mais um óbito, totalizando quatro mortes devido à doença. O município, com 11.627 casos de Dengue, figura hoje na primeira posição de registros de casos prováveis da doença, mais que o dobro do segundo lugar, ocupado pela capital baiana, Salvador, com 4.962 casos prováveis. A UPA estadual de Vitória da Conquista, designada para urgências e emergências, enfrenta uma superlotação com 61% dos atendimentos, sendo casos menos urgentes que deveriam ser gerenciados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) municipais. Em números, isso representa mais de 8 mil pacientes de um total de 13.500 atendimentos mensais, uma situação que destaca a deficiência das estruturas de saúde municipais e compromete a capacidade de resposta a emergências mais sérias na UPA.


Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.



Deixe seu comentário

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Saiba Mais