‘Queremos construir parcerias para combater o crime organizado’, diz Lula na posse do ministro Lewandowski

‘Queremos construir parcerias para combater o crime organizado’, diz Lula na posse do ministro Lewandowski
Foto - Ricardo Stuckert / PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu posse ao ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski no cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública, nesta quinta-feira, 1º de fevereiro, no Palácio do Planalto, em substituição a Flávio Dino, que foi nomeado a um posto na Corte. “Não é em qualquer momento histórico que uma nação tem o direito de entregar para a Suprema Corte uma pessoa da qualidade do Flávio Dino. E não é em qualquer momento histórico que uma nação pode entregar para ser ministro da Justiça um homem da qualidade do Lewandowski”, afirmou o presidente Lula. Na cerimônia, Lula abordou os desafios na segurança pública e o papel do governo brasileiro nessa área. “O Governo Federal não quer se meter a se intrometer a fazer a política de segurança nos estados. O que nós queremos é construir com os governadores dos estados as parcerias necessárias para que a gente possa ajudar a combater um crime que eu não chamo de coisa pequena. O crime organizado é uma indústria multinacional de fazer delitos internacionais. E o crime organizado está em toda a atividade desse país”, disse. O ministro Ricardo Lewandowski, por sua vez, declarou estar profundamente honrado por ter sido indicado para chefiar a pasta e garantiu que dará continuidade ao “excelente trabalho executado por Flávio Dino e seus assessores”. Ele ressaltou seu compromisso com o combate à criminalidade. “É nossa obrigação, e o povo brasileiro assim o espera, que o Ministério da Justiça dedique especial atenção à segurança pública, que, ao lado da saúde, é uma das maiores preocupações da cidadania”.


Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.



Deixe seu comentário

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Saiba Mais