Brumado: Acusado do feminicídio de Viviane Ariane em 2019, homem é absolvido pelo júri popular

Brumado: Acusado do feminicídio de Viviane Ariane em 2019, homem é absolvido pelo júri popular Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Acusado de assassinar a companheira, Viviane Ariane dos Reis Santos, 32 anos, com um tiro no dia 24 de setembro de 2019, no Bairro Esconso, em Brumado, Deuslirio Alves foi a júri popular na última sexta-feira (26) e acabou sendo absolvido pelo júri popular. O júri desqualificou o caso para 'homicídio culposo' (que é quando uma pessoa mata outra sem a intenção, quando a culpa é inconsciente) pela morte de Ariane e a pena foi de 1 ano e meio. Como Deuslirio já estava preso há mais de um ano, ele terá a liberdade decretada. Na ocasião do crime, consta na denúncia que o acusado chegou a ligar para a família da vítima, confessando o crime. Viviane Ariane dos Reis Santos, 32 anos, teria sido morta durante uma discussão.