4 formas de aplicar suporte e resistência para ter bons resultados

4 formas de aplicar suporte e resistência para ter bons resultados

Negociar no mercado financeiro deveria ser um processo simples baseado em comprar na baixa e vender na alta, mas para muitos investidores esse processo é tão complexo quanto a astrofísica. Uma das estratégias mais básicas e fáceis para negociar melhor baseia-se na identificação dos níveis de suporte e resistência de um ativo. A partir do momento em que os traders conseguem identificar os níveis de suporte e resistência, eles passam a melhorar seu timing no mercado. Suportes e resistências são úteis em mercados de alta ou baixa, bem como em cenários de oscilação.

O que são níveis de suporte?


Um suporte aparece em um nível no qual a demanda dos compradores absorve a oferta dos vendedores, evitando que o preço caia ainda mais. Nesse nível, os traders mais otimistas estão inclinados a comprar, pois acreditam que o preço já é atraente o suficiente e não tende a cair mais.


Por outro lado, os "bears" param de vender porque acreditam que o mercado já caiu o suficiente e pode estar prestes a se recuperar. Quando as duas situações ocorrem ao mesmo tempo, forma-se um suporte.


Embora os suportes horizontais sejam considerados mais confiáveis, eles não são a única maneira existente. Durante as tendências de alta, por exemplo, as linhas de tendência podem atuar como suportes.


O Litecoin (LTC) iniciou um bull market em dezembro de 2020. Desde então, o preço teve rebotes na linha de tendência em diversas ocasiões. Isso ocorreu porque quando o preço se aproximou da linha de tendência, os bull traders decidiram comprar, acreditando que o par LTC/USDT já havia alcançado um nível atraente para compra.


Ao mesmo tempo, os traders que apostam contra a tendência pararam de vender, presumindo que o curto prazo poderia estar com sobrepreço. Quando ambos os cenários ocorreram ao mesmo tempo, houve o fim da correção e uma retomada da tendência de alta.

O que são níveis de resistência?

Níveis de resistência podem ser considerados o oposto de níveis de suporte. Afinal, são os níveis nos quais a oferta excede a demanda, impedindo o movimento de alta.


A resistência é formada quando os traders que compraram em níveis mais baixos começam a realizar seus lucros e os vendedores agressivos passam a operar a descoberto, pois acreditam que a alta já se prolongou demais e que ocorrerá uma retração. Quando a oferta excede a demanda, o rali é interrompido e ocorre uma reversão.


Assim como ocorre com o suporte, a linha ou zona de resistência nem sempre é horizontal.


Em seu período de baixa, registrado entre 6 de maio de 2018 e 4 de julho de 2018, o Ether (ETH) subiu até a linha de resistência, também chamada de downtrend line, mas inverteu e passou a cair a partir daí. Isso ocorreu porque os traders que tinham uma perspectiva de baixa aproveitaram o rali para assumir novas posições vendidas, antecipando níveis mais baixos.


Ao mesmo tempo, os traders agressivos que compraram ETH em momentos de queda acentuada aproveitaram para fechar suas posições perto da linha de resistência. Consequentemente, a linha funcionou como uma barreira e o preço passou a cair a partir desse ponto.

Identificando suporte e resistência em fases de consolidação
Quando o suporte e a resistência estão claramente definidos, os traders podem comprar em um rebote do suporte e esperar que o preço suba até perto da resistência para fechar a posição. Ou seja, o stop-loss pode ser aplicado logo abaixo da linha de suporte.


Muitas vezes, os traders profissionais tentam caçar esses stops puxando o preço para um ponto logo abaixo do suporte. Portanto, os traders podem comprar na tendência de alta e então esperar que o preço esteja consolidado abaixo do suporte antes de descartar suas posições.

Suportes em uma tendência de alta

Quando um ativo toca a linha de suporte três vezes durante uma tendência de alta, os traders podem esperar que essa linha se mantenha. Consequentemente, as posições mais longas podem ser aplicadas em um ponto logo acima da linha de tendência de alta. Já os stops para a operação podem ser aplicados logo abaixo da linha de tendência.


No entanto, em uma tendência de alta, uma quebra abaixo da linha de tendência não significa necessariamente que a tendência será revertida. Muitas vezes, há simplesmente uma pausa na tendência antes de sua retomada.


Os traders podem fechar suas posições compradas se o preço cair e permanecer abaixo da linha de tendência de alta, mas deve-se evitar novas posições de short. Se o preço retomar a tendência de alta após a consolidação, os traders podem procurar novas oportunidades de compra.

Resistência transformada em suporte

Quando o preço rompe a zona de resistência, os compradores tentam transformar a resistência rompida em uma linha de suporte. Se isso se confirmar, uma nova tendência de alta terá início ou será retomada. Caso isso aconteça várias vezes, pode surgir uma boa oportunidade de compra.

Suporte transformado em resistência

Por outro lado, uma vez que os vendedores tenham puxado o preço para baixo da zona de suporte, essa faixa pode se tornar uma zona de resistência e não permitir que o preço volte para a região acima dela. Este é um caso, portanto, em que uma zona de suporte se transforma em uma zona de resistência.

Principais conclusões

Ao analisar qualquer moeda, os traders devem procurar pelos níveis de suporte e resistência, pois eles podem ser boas oportunidades de entrada e saída no mercado.


Durante uma tendência de alta, os traders devem tentar comprar perto do nível de suporte. Por outro lado, durante uma tendência de baixa, os traders devem tentar vender perto da zona de resistência.


Os níveis de suporte e resistência não são fixos, e os traders profissionais tentarão caçá-los ao estabelecer ordens de stop. O objetivo dos traders, nesse caso, é aplicar os stops de forma que não sejam atropelados pelos formadores de mercado.


Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.



Deixe seu comentário

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Saiba Mais