Verimar reafirma seu compromisso com o povo de Brumado à frente da Câmara

Verimar reafirma seu compromisso com o povo de Brumado à frente da Câmara Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A presidente da Câmara de Vereadores de Brumado Verimar [do Sindicato] Dias da Silva Meira (PT) conduziu sessão presencial, realizada nesta segunda-feira (10), para a eleição do cargo de vice-presidente da Casa. A sessão foi convocada por ela na última sexta-feira (7). Em seu discurso, a primeira mulher agricultora de Brumado eleita vereadora, destacou que assume à presidência da Casa convicta do desafio. “Honrarei cada voto recebido na urna e a confiança de Zé me chamando para ser vice desta Casa junto com ele. Minha posse como presidente atende ao regimento interno da Câmara que diz que na falta do presidente, o vice assume automaticamente. Portanto, quero reafirmar que a partir de hoje vocês terão uma mulher em dose dupla nesta Casa, atuando no Legislativo e na Administração. Vamos juntos lutar para que nossa Brumado seja cada vez melhor”, disse Verimar. A nova presidente ainda reiterou sobre sua amizade e respeito pelo vereador José Carlos Marques Pessoa (PSB), ex-presidente da Câmara, e consternação com sua morte. “Todos sabem do meu respeito por Zé e por toda a sua família. Em todo o tempo, ele estava em nossas orações e estávamos sempre nos falando. Quem me conhece sabe que não ocupo esse lugar por ambição, pois defendo a honestidade, a transparência e coerência em tudo o que faço. Assumi este cargo dentro das normas legais desta Casa, não fizemos nada fora lei”, afirmou Verimar. Verimar assumiu a direção da Casa na última sexta-feira (7), após a morte do presidente, José Carlos Marques Pessoa (PSB), ocorrido na última terça-feira (4), por complicações do COVID-19. A posse da nova presidente cumpriu parágrafo 1º do art. 23 do Regimento Interno da Câmara Municipal de Vereadores de Brumado. A trajetória política de Verimar do Sindicato é forjada na luta do campo. Agricultora, a vereadora eleita pelo Partido dos Trabalhadores (PT), foi do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município e sempre trabalhou em defesa da agricultura familiar, da mulher e da educação no campo.