Fiocruz avança em cronograma para receber vacinas e tecnologia de Oxford

Fiocruz avança em cronograma para receber vacinas e tecnologia de Oxford Foto - Divulgação

A Fundação Oswaldo Cruz entrou em estágio avançado de discussão do segundo contrato que traz detalhes técnicos da transferência de tecnologia para a produção independente da vacina contra a Covid-19 em território brasileiro.  A fundação diz que terá capacidade de começar a produção interna para uma campanha de vacinação em abril de 2021, porém, ainda não há um prazo definido para a chegada dos materiais. De acordo com informações da CNN Brasil, as discussões estão sendo feitas com a biofarmacêutica inglesa AstraZeneca, que detém os direitos de produção, distribuição e comercialização da vacina Covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford. De acordo com a Fiocruz, a produção da vacina, denominada ChAdOx1 nCoV-19, está sendo viabilizada pela MP 994/2020, publicada em 7 de agosto, que abre crédito extraordinário de R$ 1,9 bilhão para o Ministério da Saúde.