Governo diz que platô definitivo da Covid-19 na Bahia só deve ocorrer em junho

Governo diz que platô definitivo  da Covid-19 na Bahia só deve ocorrer em junho

Durante quatro dias, o estado da Bahia atingiu uma estabilidade na taxa de crescimento de casos ativos da Covid-19, momento chamado tecnicamente de "platô". De acordo com informações do G1,   a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) explicou que essa estabilidade refletiu a antecipação de feriados, e que o platô definitivo só deve ser atingido na segunda quinzena de junho. Conforme o gráfico do avanço do novo coronavírus no mês de maio na Bahia, o número de casos ativos da doença estava em curva ascendente e chegou ao pico no dia 24. A partir de então, o pico se manteve estabilizado. "A expectativa é de que devamos atingir um platô definitivo em meados de junho, que deva demorar umas duas semanas para depois vir a cair. Isso é reflexo do que acontece habitualmente com síndromes gripais no nosso estado. Normalmente, as síndromes gripais atingem um pico na 22ª semana epidemiológica do ano, que é lá para 15 a 20 do mês de junho”, explicou o secretário de saúde do estado, Fábio Vilas Boas. As autoridades públicas reforçam os pedidos de prevenção, apesar da estabilização dos casos. Os especialistas também alertam que a curva de contágio reflete muito a maneira como a população se comporta com relação ao distanciamento social, uso de máscara e higiene. "Essa curva responde às pessoas. Ela não é uma curva fria, matemática. Ela depende no nosso comportamento", afirma o infectologista Antônio Bandeira.