BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"


Seleção Brasileira enfrentará República Tcheca no dia 26 de março

Seleção Brasileira enfrentará República Tcheca no dia 26 de março Foto: Divulgação / SK Slavia Praha

A República Tcheca será um dos adversários que a Seleção Brasileira enfrentará nos amistosos de março, preparatórios para a Copa América Brasil 2019. A partida foi confirmada para o dia 26 de março, terça-feira, na cidade de Praga. A bola vai rolar em um dos estádios mais moderno do país: a Eden Arena, com capacidade para 21 mil torcedores e administrada pelo clube SK Slavia Praha. O horário ainda será definido. − É um adversário que traz as características que a comissão técnica deseja para esse período de preparação visando a Copa América. Além disso, as estruturas de treinamento e jogo são ótimas e oferecem todas as condições – destacou Edu Gaspar, coordenador da Seleção Principal. O Brasil entrará em campo duas vezes no próximo mês de março. As informações sobre a outra partida desta data FIFA serão divulgadas nos próximos dias. O dia da convocação para esses compromissos também será anunciada em breve.


Seguro-desemprego é reajustado em 3,43%

Seguro-desemprego é reajustado em 3,43% Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O empregado demitido sem justa causa terá o seguro-desemprego corrigido em 3,43%, correspondente à inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no ano passado, informou hoje (18) o Ministério da Economia. A parcela máxima passará de R$ 1.677,74 para R$ 1.735,29. A mínima, que acompanha o valor do salário mínimo, foi reajustada de R$ 954 para R$ 998. Os novos valores serão pagos para as parcelas emitidas a partir de 11 de janeiro e para os novos benefícios. Atualmente, o trabalhador dispensado sem justa causa pode receber de três a cinco parcelas do seguro-desemprego conforme o tempo trabalhado e o número de pedidos do benefício. A parcela é calculada com base na média das três últimas remunerações do trabalhador antes da demissão. Caso o trabalhador tenha ficado menos que três meses no emprego, o cálculo segue a média do salário em dois meses ou em apenas um mês, dependendo do caso.


Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep

Enem 2018: resultado é divulgado pelo Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na manhã desta sexta-feira (18) as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Para acessar, os candidatos que fizeram o exame devem entrar na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/), incluir o CPF e a senha cadastrada. Inicialmente, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) havia divulgado que as notas sairiam a partir das 10h desta sexta. Porém, o resultado já estava disponível por volta das 8h20. Ao G1, o Inep esclareceu que a liberação das notas costuma ser antecipada para que, até o horário oficial da divulgação, o sistema passe por um período considerado de teste, quando pode passar por momentos de sobrecarga. De acordo com o Inep, o resultado dos treineiros e o espelho da redação estarão disponíveis no dia 18 de março. A nota do Enem só pode ser consultada individualmente.

 


Morre o cantor sertanejo Marciano

Morre o cantor sertanejo Marciano Foto - Divulgação

O cantor sertanejo Marciano, da dupla João Mineiro e Marciano, morreu aos 67 anos após um infarto fulminante. "É com imenso pesar que, em nota, confirmamos o falecimento do cantor Marciano, o Inimitável. Em breve, divulgaremos mais informações. Nesse momento, agradecemos o carinho de todos e pedimos orações à família", escreveram familiares na rede social do cantor. De acordo com informações do G1, o cantor, que nos últimos anos usava o título de “O Inimitável”, iniciou a carreira na década de 1970 ao lado de João Mineiro. Juntos, marcaram a história da música sertaneja com hits como “Ainda Ontem Chorei De Saudade”, “Se eu não puder te esquecer”, entre outras. Após a morte de João Mineiro, em 2012, Marciano iniciou um projeto ao lado de Milionário (ex-dupla de José Rico, que morreu em 2015). A união dos dois formou o projeto "Lendas", que rendeu a gravação de um DVD em 2015, sendo lançado no mercado no ano seguinte. O cantor Fabiano Martins, filho de Marciano, lamentou a morte do pai. Nos últimos anos, os dois travaram uma batalha judicial após uma publicação no Facebook. Marciano processou Fabiano por danos morais e pedia indenização de R$ 20 mil. "E é com uma imensa tristeza que informo aos meus amigos que meu Pai sofreu um infarto fulminante nessa madrugada e foi morar com Deus. João Mineiro e Marciano ficará eternizado em nossos corações".


Bolsonaro rebate críticas ao decreto da posse de armas

Bolsonaro rebate críticas ao decreto da posse de armas Foto - Divulgação / PR

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (17), em sua conta no Twitter, que “muitas falácias” estão sendo usadas “a respeito da posse de armas”. Ele assinou decreto que flexibiliza a posse de armas de fogo no país na terça-feira (15), em cerimônia no Palácio do Planalto. “Muitas falácias sendo usadas a respeito da posse de armas. A pior delas conclui que a iniciativa não resolve o problema da segurança pública. Ignorando o principal propósito, que é “iniciar ” o processo de assegurar o direito inviolável à legítima defesa”, escreveu. De acordo com Bolsonaro, medidas para segurança pública ainda serão tomadas e propostas. “Para a infelicidade dos que torcem contra, medidas eficientes para segurança pública ainda serão tomadas e propostas. Os problemas são profundos, principalmente pelo abandono dos governos anteriores. Mal dá pra resolver tudo em 4 anos, quem dirá em 15 dias de governo”, afirmou na rede social.


Fux suspende investigação sobre movimentações de ex-assessor que era lotado no gabinete do filho de Bolsonaro

Fux suspende investigação sobre movimentações de ex-assessor que era lotado no gabinete do filho de Bolsonaro Foto - Divulgação

O ministro Luiz Fux, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu as investigações sobre movimentações financeiras suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-assessor e ex-policial militar, que era lotado no gabinete do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). A decisão é temporária. Fux, que responde pelo plantão judicial do Supremo até o início do mês que vem, suspendeu a investigação até análise do relator, ministro Marco Aurélio Mello, sobre uma reclamação protocolada no STF pela defesa do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O processo corre em segredo de Justiça. Responsável pelo procedimento de investigação criminal sobre o caso, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) disse - por meio de nota – que, “pelo fato do procedimento tramitar sob absoluto sigilo, reiterado na decisão do STF, o MPRJ não se manifestará sobre o mérito da decisão”. Na decisão, Fux entendeu que ao assumir o mandato de senador em fevereiro, Flávio passará a ter foro privilegiado, e por isso seria melhor esperar a definição pelo STF sobre qual deve ser o responsável por conduzir as investigações. Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou que em um mesmo ano houve a movimentação de R$ 1,2 milhão por parte de Queiroz. O MPRJ informou que, pelo fato tramitar sob “absoluto sigilo”, não se manifestará sobre o mérito da decisão.


Confiança do Consumidor avança 12% em 2018

Confiança do Consumidor avança 12% em 2018

Com a definição do novo governo, os consumidores estão mais confiantes. Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelam que, no último mês de dezembro, o Indicador de Confiança do Consumidor alcançou 45,8 pontos, frente a 40,9 observados no mesmo período de 2017. O avanço foi de 12% na comparação anual. Apesar do crescimento expressivo, o índice mostra que a maioria ainda está pessimista. A escala do indicador varia de zero a 100, sendo que resultados acima de 50 pontos, mostram uma percepção mais otimista do consumidor.


Após assinar decreto para posse de arma, Bolsonaro estuda viabilizar porte

Após assinar decreto para posse de arma, Bolsonaro estuda viabilizar porte Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O governo de Jair Bolsonaro aprovou, decreto assinado nesta terça-feira (15), a medida que facilita a posse de armas no país. O porte, no entanto, não entrou no decreto, porque isso poderia gerar questionamentos judiciais. De acordo com informações do Folhapress, auxiliares próximos do presidente acreditam que a discussão sobre o direito de carregar armas na rua -o porte- é mais delicada e deve ser feita em parceria com o Congresso. A ideia do governo é que Bolsonaro e sua tropa de choque mantenham o discurso público favorável ao porte de armas, que tem aderência em parte de seu eleitorado, e monitorem o clima sobre sua aceitação no Congresso. Caso seja positivo, podem tentar construir acordo para o projeto. Na terça-feira (15), por exemplo, o presidente prometeu avançar nas discussões sobre porte e redução da idade mínima para a compra de armas, hoje em 25 anos. Segundo Bolsonaro, esse e outros temas vão ser debatidos com sua equipe quando ele retornar do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.


Para ter uma arma em casa, o gasto mínimo é de R$ 3,7 mil

Para ter uma arma em casa, o gasto mínimo é de R$ 3,7 mil Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O cidadão que decidir adquirir um revólver ou pistola após a entrada em vigor das novas regras para a posse de armas desembolsará, no mínimo, cerca de R$ 3,7 mil para regularizar sua situação, cumprindo a todos os pré-requisitos exigidos por lei. O valor inclui a aquisição do armamento escolhido e a obtenção dos documentos necessários. A Agência Brasil consultou a empresa brasileira Taurus sobre a sugestão de preço médio para a venda de armas de calibres permitidos (.38 / .380 / .22 / .36), mas como não obteve respostas até a publicação desta reportagem, consultou a sites de diferentes lojas que oferecem seus produtos na internet. O revólver mais barato encontrado, um .38 de cinco tiros, custa a partir de R$ 3,1 mil. As mesmas lojas oferecem revólveres .22 a partir de R$ 4 mil. A pistola de mesmo calibre custa a partir de R$ 6 mil. Um revólver .36 pode ser adquirido por R$ 4 mil e a pistola .380 a partir de R$ 5 mil. Conforme explicou, por telefone, o vendedor de um dos estabelecimentos, os preços são para a venda online, podendo variar na loja física. O candidato que comprar um revólver ou pistola também precisa se submeter a uma avaliação psicológica que confirme que ele está apto a possuir uma arma em casa ou local de trabalho. 


Bahia e CRB ficam no 1 a 1 na Fonte Nova, pelo Nordestão

Bahia e CRB ficam no 1 a 1 na Fonte Nova, pelo Nordestão Foto - Felipe Oliveira / E.C. Bahia

Bahia iniciou temporada 2019 com um empate em 1 a 1 contra o CRB, na noite desta quarta-feira (16), na Fonte Nova, pela Copa do Nordeste 2019. O Tricolor agora volta suas atenções para a estreia no Campeonato Baiano, domingo (20), contra Fluminense, em Feira de Santana. Já o próximo duelo pelo Nordestão acontece no dia 26, contra o Santa Cruz, em Recife.