BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"


Vitória perde para o Guarani na Arena Fonte Nova

Vitória perde para o Guarani na Arena Fonte Nova

O Vitória não foi feliz em seu retorno à Arena Fonte Nova na tarde deste sábado (14) e acabou superado pelo Guarani em jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com a derrota por 1 a 0, o Rubro-Negro não avançou na classificação e está na 15ª colocação com 24 pontos. O único gol do jogo foi assinalado no primeiro tempo. No segundo, o Vitória pressionou e esbarrou na trave num chute de Wesley, e nas defesas do goleiro. O próximo compromisso será contra o São Bento (SP), terça-feira, 17, às 21h30, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).


Oposição pede CPI para investigar suposta articulação entre procuradores e Moro na Lava Jato

Oposição pede CPI para investigar suposta articulação entre procuradores e Moro na Lava Jato Foto - Pablo Valadares / Câmara dos Deputados

Líderes da oposição protocolaram nesta quinta-feira (12) pedido de criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar "a violação dos princípios constitucionais e do Estado Democrático de Direito, em razão da suposta articulação entre os membros da Procuradoria da República no Paraná e o então juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, tornada pública pelo site The Intercept, no mês de junho deste ano" (RCP 5/19). A série de matérias com o conteúdo do vazamento das supostas mensagens trocadas entre Moro e os procuradores ficou conhecida como "Vaza Jato". Após a conferência de assinaturas do requerimento de criação da CPI, a Mesa Diretora da Câmara identificou 175 apoiadores, quatro a mais do que o necessário. Encabeçam o pedido, os líderes André Figueiredo (PDT-CE), Alessandro Molon (PSB-RJ - Oposição), Ivan Valente (Psol-SP), Jandira Feghali (PCdoB-RJ - Minoria); Paulo Pimenta (PT-RS); Tadeu Alencar (PSB-PE); e Daniel Almeida (PCdoB-BA). Para que a CPI seja criada, o requerimento deve ser lido em Plenário.


Crédito em conta do Saque Imediato do FGTS começou nesta sexta-feira (13)

Crédito em conta do Saque Imediato do FGTS começou nesta sexta-feira (13) Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A Caixa iniciou nesta sexta-feira (13) o crédito em conta do Saque Imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos entre os meses de janeiro e abril. Neste início de calendário, cerca de 11,7 milhões de trabalhadores com conta poupança na Caixa receberão automaticamente até R$ 500 de cada conta ativa ou inativa do Fundo. Nessa primeira etapa, R$ 4,8 bilhões devem ser recebidos pelos trabalhadores. Para atender a toda essa demanda, as agências da Caixa irão abrir mais cedo. Clique aqui e confira os dias e horários. Cerca de 33 milhões de pessoas (34%) poderão receber crédito automático em conta poupança.


Aedes aegypti: Governo antecipa campanha de combate

Aedes aegypti:  Governo antecipa campanha de combate Foto - Divulgação

O Ministério da Saúde lançou na quinta-feira (12) uma campanha publicitária com o tema: "E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa por você”. A campanha reforça a necessidade de combater os criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chikungunya, com a chegada do período chuvoso. A peça publicitária será veiculada na televisão, no rádio, na internet e em outros meios de comunicação. Esse ano o lançamento da campanha foi antecipado para setembro para manter a mobilização nacional durante todo o ano. Em anos anteriores, a ação começava a partir de novembro, período de chuva e calor em quase todo o país, portanto, com maior incidência das doenças. “O começo em setembro é o correto. Estamos chamando a atenção da população: olha, o período de chuvas vem ai. É diferente de dizer que choveu e sua cidade já está com índice [de casos de doenças]”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Com a antecipação, o Ministério da Saúde mobiliza os gestores locais para adiantarem as ações estratégicas no combate ao mosquito. O ministro da Saúde lembrou que a sociedade é parte fundamental para a prevenção da dengue, zika e chikungunya. Segundo ele, o combate ao mosquito transmissor é uma questão de ação e atitude da população de não permitir condições favoráveis para se formarem criadouros do Aedes aegypti. De janeiro a 24 de agosto de 2019 foram registrados 1.439.471 casos de dengue no país, um aumento de 599,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde nesta semana. Neste ano foram confirmadas 591 mortes em decorrência da doença. Minas Gerais é o estado com maior incidência de dengue, seguido por Goiás, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. A população é parte fundamental para evitar a reprodução e proliferação do mosquito Aedes aegypti. Então é importante verificar se existe algum tipo de depósito de água no quintal ou dentro de casa. Uma vez por semana, lavar com água, sabão e esfregar com escova os pequenos depósitos móveis, como vasilha de água do animal de estimação e vasos de plantas. Além disso, é preciso descartar o lixo em local adequado, não acumular no quintal ou jogar em praças e terrenos baldios. Limpar as calhas, retirando as folhas que se acumularam no inverno também é fundamental para evitar pequenas poças de água.

 

 


Incêndio em hospital no Rio deixa pelo menos dez mortos

Incêndio em hospital no Rio deixa pelo menos dez mortos Foto - Fernando Frazão / Agência Brasil

O incêndio que atingiu na noite de ontem (12) o Hospital Badim, na zona norte do Rio de Janeiro, deixou pelo menos dez mortos, segundo o Corpo de Bombeiros. Os bombeiros já concluíram o trabalho de busca por vítimas dentro da unidade particular de saúde. Havia mais de 100 pacientes no local, no momento do acidente, e 90 deles tiveram que ser transferidos para outros hospitais. Durante a retirada, vários pacientes chegaram a ser acomodados na própria rua. Eles foram transferidos para os hospitais Israelita Albert Sabin, Municipal Souza Aguiar, Copa Dor, Quinta Dor, Norte Dor, Caxias Dor e São Vicente de Paulo. Quatro bombeiros também passaram mal durante a operação de combate ao incêndio e resgate de vítimas e foram encaminhados para o hospital dos bombeiros. A Rua São Francisco Xavier, em frente ao hospital, que estava interditada para a retirada dos pacientes e o trabalho dos bombeiros, foi liberada ao tráfego na manhã desta sexta (13).


Nova Política sobre Drogas prevê ampliação do tratamento aos dependentes

Nova Política sobre Drogas prevê ampliação do tratamento aos dependentes Foto: Clarice Castro / Ministério da Cidadania

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a dependência química é uma doença crônica, que geralmente atinge indivíduos que fazem uso constante de determinadas drogas. Além de um transtorno mental, este é um problema social que afeta a vida psíquica, emocional e física das pessoas. Desta forma, o combate às drogas demanda uma solução multidisciplinar, desde a prevenção até a reinserção do dependente químico na sociedade. A nova Política Sobre Drogas lançada em junho pelo Governo Federal está sendo implementada em conjunto pelos ministérios da Cidadania, da Saúde, da Justiça e Segurança Pública, dos Direitos Humanos, da Família e Mulher.  A nova política prevê um endurecimento no combate ao tráfico e a ampliação do tratamento aos dependentes. Ao participar de fórum sobre o tema em Blumenau (SC) nesta semana, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, disse que o País enfrenta uma epidemia de consumo de drogas e que é preciso levar informação e conscientizar a sociedade sobre isso. Segundo ele, não houve, nos últimos governos, uma política pública consistente para o enfrentamento do problema. A atuação do governo teria ficado restrita apenas à redução de danos, deixando de lado o tratamento e o apoio à abstinência. Cabe ao Ministério da Cidadania, as campanhas de informação e prevenção às drogas, além da promoção do tratamento e o acolhimento dos dependentes químicos. Ao todo, a pasta financia cerca de onze mil vagas em comunidades terapêuticas - quantidade quatro vezes maior do que a do ano anterior. Para essas vagas, está previsto um investimento neste ano de mais de R$ 153 milhões.


Senado: CDH arquiva proposta de uso recreativo da maconha e analisa uso medicinal Fonte: Agência Senado

Senado: CDH arquiva proposta de uso recreativo da maconha e analisa uso medicinal  Fonte: Agência Senado Foto - Geraldo Magela / Agência Senado

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) arquivou, nesta quinta-feira (12), a sugestão popular que buscava liberar o uso recreativo da maconha em território nacional (SUG 32/2019). Por outro lado, os senadores estudam a sugestão apresentada pela Rede Brasileira de Redução de Danos e Direitos Humanos (Reduc) para regulamentar o uso da maconha medicinal e do cânhamo — uma variante da Cannabis com menor concentração de tetraidrocanabinol e, por isso, sem ação psicoativa relevante. Os senadores pediram vista coletiva da proposta após Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentar voto pela aprovação da sugestão (SUG 6/2016), que a Reduc chama de “marco regulatório”. O documento enviado pela entidade ao Senado tem 133 artigos com normas procedimentais e regulamentares sobre métodos de pesquisa, produção, registro, rotulagem, padronização, certificação, licenciamento, comercialização, circulação, tributação, publicidade, inspeção, controle e fiscalização da maconha medicinal e do cânhamo industrial. Apesar do voto favorável, Alessandro sugeriu uma nova redação, bem mais sucinta, para contornar problemas de inconstitucionalidade e injuridicidade que existiam no texto original, principalmente sobre competências e atribuições de órgãos do Poder Executivo que não devem ser definidas pelo Congresso.


Saques do FGTS: agências da Caixa terão horário estendido nesta sexta para correntistas que nasceram entre janeiro e abril

Saques do FGTS: agências da Caixa terão horário estendido nesta sexta para correntistas que nasceram entre janeiro e abril Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Para atender aos beneficiários que pretendem fazer o saque de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), nesta sexta-feira (13), as agências da Caixa Econômica Federal terão horário de abertura estendido . Os saques começam na sexta somente para correntistas da Caixa que nasceram entre janeiro e abril, com contas abertas até 24 de julho deste ano. Segundo a Caixa, serão liberados R$ 5 bilhões para cerca de 12 milhões de pessoas. De acordo com informações do G1, essa extensão de horário valerá somente para esta sexta, segunda (16) e terça-feira (17). Segundo Valter Nunes, vice-presidente de Redes de Varejo da Caixa, será avaliado se os demais dias da semana que vem terão essa extensão de horário. Além disso, as agências da Caixa abrirão das 9h às 15h neste sábado (14).


Quase 10 milhões de brasileiros devem usar FGTS para pagar dívidas

Quase 10 milhões de brasileiros devem usar FGTS para pagar dívidas Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que a liberação dos saques das contas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que começam nesta sexta-feira, dia 13, deve contribuir para que muitos inadimplentes regularizem o pagamento de suas contas em atraso. Entre os beneficiários que pretendem resgatar o dinheiro, 38% têm a intenção de quitar todas ou pelo menos parte de dívidas que estão pendentes — isso significa que aproximadamente 9,7 milhões de brasileiros devem utilizar esse dinheiro extra para ‘limpar o nome’ e, assim, voltarem ao mercado de crédito. Já um terço (33%) dos consumidores deve guardar ou investir os recursos, ao passo que 24% vão direcionar o dinheiro para cobrir despesas básicas do dia a dia e 17% realizar compras em supermercados. Há ainda 13% que pretendem realizar compras de produtos e serviços e 10% antecipar pagamento de compras que não estão em atraso como, prestações de casa, carro, crediário, cartão de crédito etc.


Nota dos Correios sobre a paralisação parcial de empregados

Nota dos Correios sobre a paralisação parcial de empregados Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A paralisação parcial dos empregados dos Correios, iniciada na terça-feira (10) pelas representações sindicais da categoria, não afeta os serviços de atendimento da estatal. A empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas. Levantamento parcial realizado na manhã desta quarta-feira (11) mostra que 82% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente. Na Bahia, 75,26% dos empregados estão trabalhando normalmente. Negociação — Conforme amplamente divulgado, os Correios estão executando um plano de saneamento financeiro para garantir sua competitividade e sustentabilidade. Desde o início de julho, a empresa participa de reuniões com os representantes dos empregados, nos quais foram apresentada a real situação econômica da estatal e propostas para o acordo dentro das condições possíveis, considerando o prejuízo acumulado, atualmente na ordem de R$ 3 bilhões. As federações, no entanto, expuseram propostas que superam até mesmo o faturamento anual da empresa.