BUSCA PELA CATEGORIA "Saúde"


Nova superbactéria é transmitida sexualmente

Nova superbactéria é transmitida sexualmente Foto - Divulgação

A Associação Britânica de Saúde Sexual e HIV (BASHH, na sigla em inglês) acendeu a luz de alerta para uma infecção sexualmente transmissível que se alastra pelo mundo, tratada como “superbactéria”. A contaminação da Mycoplasma genitalium (MG) ocorre em relações sexuais sem o uso de preservativo. Por ser uma doença ainda pouco conhecida, nem sempre há testes para diagnóstico preciso e também medicamentos específicos. As informações sobre a superbactéria estão sendo reunidas e analisadas. Um estudo divulgado pela BASHH alerta que, se medidas urgentes não forem tomadas, a MG pode se tornar uma “superbactéria” em dez anos. Atualmente, uma em cada 100 pessoas infectadas pode não responder ao tratamento. Segundo a análise, os dados preocupam porque a não reação ao tratamento pode levar até 3 mil mulheres por ano a terem doença inflamatória pélvica (DIP) causada por MG e com risco de infertilidade.


Brumado: Capacitação de Mediação e atendimento com objetivo de buscar melhorias ao atendimento no SUS

Brumado: Capacitação de Mediação e atendimento com objetivo de buscar melhorias ao atendimento no SUS Foto - Divulgação

No dia 14 de julho de 2018 a Secretaria Municipal de Saúde, com apoio do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos – CEJUSC,  promoveu encontro voltado para os profissionais que trabalham no atendimento ao público nos diversos setores da saúde trabalhando o tema Capacitação de Mediação e atendimento com objetivo de buscar melhorias ao atendimento no SUS. O objetivo do treinamento é capacitar os profissionais com vista ao acolhimento e humanização do atendimento aos usuários do SUS, assim como viabilizar um suporte resolutivo, bem como aumento no vínculo e confiança do paciente.


Venda de bebida industrializada que contenha açúcar poderá ser proibida em escolas

Venda de bebida industrializada que contenha açúcar poderá ser proibida em escolas Foto - AP Photo / Jeff Chiu

A distribuição e venda de bebidas como refrigerantes, néctares, refrescos, chás prontos para o consumo e bebidas lácteas poderão ser proibidas nas escolas de educação básica públicas e privadas. A proposta é de iniciativa do senador Lindbergh Farias (PT-RJ). O projeto (PLS 346/2018) aguarda emendas na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). “A alimentação inadequada e não saudável e a falta de atividades físicas estão diretamente relacionadas com a obesidade, que é um dos fatores de risco de muitas doenças crônicas não transmissíveis. Crianças que apresentam ingestão mais elevada de bebidas açucaradas têm uma maior probabilidade de apresentar sobrepeso ou obesidade que crianças com uma ingestão mais baixa”, justificou Lindbergh. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2012, houve 38 milhões de mortes por doenças crônicas não transmissíveis no mundo e este número pode chegar a 52 milhões em 2030. Câncer, diabetes, doenças cardiovasculares e respiratórias crônicas representam 82% dessas mortes. Pelo projeto, ficará proibida a distribuição e venda de bebidas formuladas industrialmente que contenham açúcar ou edulcorantes em seus ingredientes. Além disso, de acordo com o texto, as escolas deverão estabelecer normas e procedimentos para o cumprimento da proibição no âmbito de suas respectivas redes de ensino.


Brumado: grupo da melhor idade realiza atividades na UBS do Bairro São José

Brumado: grupo da melhor idade realiza atividades na UBS do Bairro São José Foto - Divulgação

Com o envelhecimento populacional, é importante que nos atentemos um pouco mais  a qualidade de vida dos idosos. Visando maiores cuidados ao grupo de idade elevada, surgiu o grupo da melhor idade na UBS da Urbis 1, com a atuação da Fisioterapeuta Jessica Mendes da equipe do NASF. Nesse grupo são realizados exercícios respiratórios, exercícios de mobilidade articular, amplitude de movimento e fortalecimento. Essa estrategia de intervenção vem com o intuito de prevenir a ocorrência de doenças, melhorando o condicionamento cardiorrespiratório e consequentemente impactando positivamente na qualidade de vida dos idosos. 


UBS do Olhos D´Água realiza oficina sobre Aleitamento Materno e Alimentação Complementar

UBS do Olhos D´Água realiza oficina sobre Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Foto - Divulgação

O Ministério da Saúde recomenda a amamentação até os dois anos de vida ou mais, e que nos primeiros 6 meses, o bebê receba somente leite materno, sem necessidade de sucos, chás, água e outros alimentos. Depois dos 6 meses, a amamentação deve ser complementada com outros alimentos saudáveis e de hábitos da família. Pensando nessa recomendação que muitas vezes não é seguida adequadamente , foi realizado no dia 10/07 na UBS Ivaneide das Neves, dos Olhos D´água, um encontro com mães de crianças menores de 2 anos para se discutir sobre a alimentação e nutrição das crianças. A nutricionista do NASF, Anne Viana, esteve presente para reforçar a importância da alimentação saudável desde cedo, com o objetivo de prevenir doenças e promover o crescimento e desenvolvimento adequado das mesmas.


Brumado: palestra sobre cuidados de Higiene Bucal foi realizada na Escola Municipal Élcio José Trigueiro

Brumado: palestra sobre cuidados de Higiene Bucal foi realizada na Escola Municipal Élcio José Trigueiro Foto - Divulgação

Na última terça-feira, 10, foi realizada uma atividade coletiva na Escola Municipal Élcio José Trigueiro, com alunos do maternal, Pré 1 e Pré 2. Na oportunidade, aconteceu uma palestra sobre cuidados de Higiene bucal na Infância com a Cirurgiã - Dentista Thátila Lima,  a Auxiliar de Saúde Bucal Marli Santos e a  Agente Comunitária de Saúde Ionice, da Unidade Básica de Saúde Dr. Fernando Luiz Gonçalves Trindade (Urbis 1).  Além da palestra foi executado um vídeo educativo, atividade explicativa, escovação supervisionada e aplicação tópica de flúor.  A principal importância deste Programa de Saúde na Escola é a prevenção, orientação e avaliação do risco de cárie nas crianças, sendo os que apresentaram o maior risco, foram indicadas a procurar a Unidade Básica de Saúde, para acompanhamento e tratamento.


Bahia registra 208 casos de A H1N1 com 28 óbitos

Bahia registra 208 casos de A H1N1 com 28 óbitos Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informa que até o dia 30 de junho deste ano foram notificados 1.351 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 109 óbitos. Dentre esses casos, 283 foram confirmados para Influenza, sendo 208 pelo subtipo A H1N1, com 28 deles evoluindo para óbito; 30 casos por A H3 Sazonal, com 4 óbitos; 9 por Influenza A não subtippado e 36 casos por Influenza B, com 5 óbitos. Foram confirmados casos de A H1N1 em 51 municípios e os óbitos ocorreram em 15 deles. Salvador registrou 14 óbitos. Os outros municípios com registro de óbitos foram: Apuarema (1); Camaçari (1); Feira de Santana (1); Irará (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (1); Monte Santo (1); Morro do Chapéu (1); Retirolândia (1); Saúde (1); Sapeaçu (1); Saúde (1), Serrinha (1); Uruçuca (1) e Vitória da Conquista (1). A faixa etária de maior ocorrência ficou os maiores de 60 anos e entre os menores de cinco anos, sendo que 62,4% dos óbitos ocorreram nesses grupos.


Julho: mês de luta, prevenção e controle das hepatites virais

Julho: mês de luta, prevenção e controle das hepatites virais Foto - Divulgação

As hepatites virais são um grave problema de saúde pública. Para se ter ideia, apenas com a hepatite C, são 2 milhões de pessoas contaminadas no Brasil, no entanto, apenas 10% são diagnosticadas. Na Bahia, são 150 mil sem diagnóstico, destes, 50 mil em Salvador. Embora seja uma doença de fácil identificação, até com a realização de testes rápidos, não é o que ocorre. Com a falta de diagnóstico precoce, a hepatite pode evoluirprovocando cirrose, câncer de fígado, doenças de pele, renal e até diabetes, quando não tratada adequadamente. Ao todo, são cinco tipos de hepatites virais (A, B, C, D, E). Sendo que na A e na E, a forma de contaminação é fecal-oral, enquanto as hepatites B, C e D são transmitidas pelo sangue (via parenteral, percutânea, vertical), esperma e secreção vaginal (via sexual). Para prevenir a transmissão e combater a doença, julho foi designado o mês de luta, prevenção e controle das hepatites virais. O “Julho Amarelo”, como ficou definido por Lei Estadual, visa mobilizar e sensibilizar tanto a sociedade, quanto os profissionais de saúde, sobre a importância do diagnóstico. Entre as ações, estão a orientação para que todo médico solicite o exame para pacientes acima de 45 anos, além de incentivar as pessoas a realizarem o teste rápido nas Unidades Básicas de Saúde.


Bahia registra 206 casos de A H1N1 com 27 óbitos

Bahia registra 206 casos de A H1N1 com 27 óbitos Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informa que até o dia 23 de junho deste ano foram notificados 1.326 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 107 óbitos. Dentre esses casos, 277 foram confirmados para Influenza, sendo 206 pelo subtipo A H1N1, com 27 deles evoluindo para óbito. Foram confirmados casos de A H1N1 em 51 municípios e os óbitos ocorreram em 15 deles. Salvador registrou treze (13) óbitos. Os outros municípios foram Apuarema (1); Camaçari (1); Feira de Santana (1); Irará (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (1); Monte Santo (1); Morro do Chapéu (1); Retirolândia (1); Saúde (1); Sapeaçu (1); Serrinha (1); Uruçuca (1) e Vitória da Conquista (1). A faixa etária de maior ocorrência ficou os maiores de 60 anos e entre os menores de cinco anos, sendo que59,25% dos óbitos ocorreram nesses grupos.


Brumado: prefeitura contrata empresa visando atender despesa emergencial e excepcional das UTI’s

Brumado: prefeitura contrata empresa visando atender despesa emergencial e excepcional das UTI’s Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A Prefeitura Municipal de Brumado, através do processo administrativo de N.º 270/2018, visa atender despesa emergencial e excepcional indispensável à continuidade dos serviços de gestão administrativa e técnica das Unidades de Terapia Intensiva – UTI’s Adulto e Neonatal do município, até a conclusão dos processos administrativo e licitatório já em curso, indispensáveis à celebração do novo contrato que regerá a gestão das citadas UTI’s, pelo período de até 04 (quatro) meses. O valor estimado mensal é de R$1.049.459,30 (Um milhão, quarenta e nove mil, quatrocentos e cinquenta e nove reais e trinta centavos). Diante do exposto, com base no art. 24, inciso IV, da Lei Federal nº 8.666/93, e considerando a persistência da situação fática emergencial justificável à contratação direta, ante a relevância e urgência da manutenção do funcionamento das UTI’s instaladas no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, enquanto se conclui os processos administrativo e licitatório necessários à nova contratação, a  Comissão de Licitação opina pelo reconhecimento da situação de dispebsa licitatório por emergência com vistas a possibilitar a contratação temporária, pelo prazo de até 04 (quatro) meses, da empresa ELO Assessoria  e Consultoria em  Gestão LTDA ME, inscrita no CNPJ sob o n.º 21.527.206/0001-44, objetivando a gestão administrativa e técnica das UTI’s Adulta e Neonatal do município de Brumado, uma vez que referida empresa apresentou a menor das propostas financeira avaliadas, aliada à necessária comprovação técnica exigida para desenvolvimento dos trabalhos pretendidos. " Registre-se, mais uma vez, que muito embora os processos administrativo e licitatório necessários à nova contratação, por meio de licitação, já tenham sido instaurados, tais procedimentos ainda não foram concluídos, motivo pelo qual se ratifica a necessidade da presente contratação emergencial e temporária", diz a administração  municipal.