BUSCA PELA CATEGORIA "Política"


Bolsonaro rebate críticas ao decreto da posse de armas

Bolsonaro rebate críticas ao decreto da posse de armas Foto - Divulgação / PR

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (17), em sua conta no Twitter, que “muitas falácias” estão sendo usadas “a respeito da posse de armas”. Ele assinou decreto que flexibiliza a posse de armas de fogo no país na terça-feira (15), em cerimônia no Palácio do Planalto. “Muitas falácias sendo usadas a respeito da posse de armas. A pior delas conclui que a iniciativa não resolve o problema da segurança pública. Ignorando o principal propósito, que é “iniciar ” o processo de assegurar o direito inviolável à legítima defesa”, escreveu. De acordo com Bolsonaro, medidas para segurança pública ainda serão tomadas e propostas. “Para a infelicidade dos que torcem contra, medidas eficientes para segurança pública ainda serão tomadas e propostas. Os problemas são profundos, principalmente pelo abandono dos governos anteriores. Mal dá pra resolver tudo em 4 anos, quem dirá em 15 dias de governo”, afirmou na rede social.


Brumado: prefeitura convoca habilitados no Concurso Público para os cargos de Agente de Endemia e Cuidador de Creche

Brumado: prefeitura convoca habilitados no Concurso Público para os cargos de Agente de Endemia e Cuidador de Creche Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A Prefeitura Municipal de Brumado convoca os candidatos habilitados no Concurso Público 001/2018 para provimento de vagas, em caráter efetivo, para os cargos de Agente de Endemia e Cuidador de Creche, objetivando a realização dos exames necessários, apresentação dos documentos descritos e, posterior assinatura do Termo de Posse. O Concurso Público para Cuidador de Creche e Agente de Endemias disponibilizou 50 vagas para cuidador de creche e 12 para agentes de endemias. Acesse o Edital.


Fux suspende investigação sobre movimentações de ex-assessor que era lotado no gabinete do filho de Bolsonaro

Fux suspende investigação sobre movimentações de ex-assessor que era lotado no gabinete do filho de Bolsonaro Foto - Divulgação

O ministro Luiz Fux, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu as investigações sobre movimentações financeiras suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-assessor e ex-policial militar, que era lotado no gabinete do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). A decisão é temporária. Fux, que responde pelo plantão judicial do Supremo até o início do mês que vem, suspendeu a investigação até análise do relator, ministro Marco Aurélio Mello, sobre uma reclamação protocolada no STF pela defesa do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O processo corre em segredo de Justiça. Responsável pelo procedimento de investigação criminal sobre o caso, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) disse - por meio de nota – que, “pelo fato do procedimento tramitar sob absoluto sigilo, reiterado na decisão do STF, o MPRJ não se manifestará sobre o mérito da decisão”. Na decisão, Fux entendeu que ao assumir o mandato de senador em fevereiro, Flávio passará a ter foro privilegiado, e por isso seria melhor esperar a definição pelo STF sobre qual deve ser o responsável por conduzir as investigações. Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou que em um mesmo ano houve a movimentação de R$ 1,2 milhão por parte de Queiroz. O MPRJ informou que, pelo fato tramitar sob “absoluto sigilo”, não se manifestará sobre o mérito da decisão.


Após assinar decreto para posse de arma, Bolsonaro estuda viabilizar porte

Após assinar decreto para posse de arma, Bolsonaro estuda viabilizar porte Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O governo de Jair Bolsonaro aprovou, decreto assinado nesta terça-feira (15), a medida que facilita a posse de armas no país. O porte, no entanto, não entrou no decreto, porque isso poderia gerar questionamentos judiciais. De acordo com informações do Folhapress, auxiliares próximos do presidente acreditam que a discussão sobre o direito de carregar armas na rua -o porte- é mais delicada e deve ser feita em parceria com o Congresso. A ideia do governo é que Bolsonaro e sua tropa de choque mantenham o discurso público favorável ao porte de armas, que tem aderência em parte de seu eleitorado, e monitorem o clima sobre sua aceitação no Congresso. Caso seja positivo, podem tentar construir acordo para o projeto. Na terça-feira (15), por exemplo, o presidente prometeu avançar nas discussões sobre porte e redução da idade mínima para a compra de armas, hoje em 25 anos. Segundo Bolsonaro, esse e outros temas vão ser debatidos com sua equipe quando ele retornar do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.


Brumado: Eduardo Vasconcelos diz que não buscará reeleição caso encontre nome para sucede-lô

Brumado: Eduardo Vasconcelos diz que não buscará reeleição caso encontre nome para sucede-lô Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Em entrevista ao programa de rádio Jornal da Alternativa, em Brumado, o prefeito da cidade, Eduardo Lima Vasconcelos declarou que não pensa em reeleição e avalia nomes para sucedê-lo. Disse que atualmente os possíveis nomes se recusam a participar da vida pública, mas acredita que até o processo eleitoral possa conseguir um nome. caso não encontre esse nome ele será candidato. "Eu busquei alguns nomes do passado que eu elegi, mas essas pessoas não aceitaram. Espero que agora, com o novo processo que se instalou no Brasil sirva de exemplo para o mundo 'botar ordem na casa'. Espero que com esta nova ordem e com os dois anos de casa que nos restam, cidadãos que hoje se recusam abraçar a vida pública, mudem de ideia. Eu identifico em Brumado homens de bem, mas todos que bato na porta não querem. Aí aparecem aventureiros ou pessoas que já foram testadas e não tiveram resultado", disse o prefeito. 


Deputado Marquinho Viana participa de cavalgada em Barra da Estiva

Deputado Marquinho Viana participa de cavalgada em Barra da Estiva Foto - Divulgação

O deputado Marquinho Viana (PSB) dedicou este final de semana para a confraternização com a família, amigos e lideranças políticas em sua terra natal, Barra da Estiva. Neste sábado (12), o deputado esteve na Fazenda Pé do Morro, acompanhado do grupo de amigos das cavalgadas, para o aniversário do conterrâneo Sérgio de Mazinho, em clima de muita alegria e desconcentração.


Brumado: Vereadora Ilka Abreu participa de festa de Reis na Comunidade de Extrema

Brumado: Vereadora Ilka Abreu participa de festa de Reis na Comunidade de Extrema Foto - Divulgação

No último sábado (12/01), a vereadora IlkaAbreu esteve prestigiando uma das festas mais tradicionais do município, desta feita, na Comunidade de Extrema, localizada na região de Arrecife, onde foi realizada uma grande festividade de Reis, promovida pelo morador Branco e pela comunidade local. “Agradeço ao convite e parabenizo todas as pessoas pela belíssima coordenação da festa, destacando a importância que tem para a história cultural do município”, ressaltou a vereadora.


Livramento: Polícia Militar apreende veículo sem legalização e documentação obrigatória

Livramento: Polícia Militar apreende veículo sem legalização e documentação obrigatória Foto - Divulgação / Polícia Militar

Na tarde de quinta-feira (10), durante ronda na área comercial de Livramento de Nossa Senhora, a guarnição da 46ªCIPM deparou-se com um veículo com dois indivíduos no seu interior em atitude suspeita. Foi visualizado perfurações de disparos de arma de fogo nos vidros e na sua lateral. O veículo não possuía nenhuma placa policial de identificação, deste modo, foi realizada a abordagem e busca no interior do veículo, onde  localizado um facão podão. De acordo com informações da polícia, o veículo em questão foi adquirido no dia 13 de julho de 2016 e até o dia atual não foi legalizado e não possui documentação obrigatória para circulação. O veículo e proprietário ficaram a disposição na delegacia. Veículo foi encaminhado  para uma perícia e verificação da origem legal do veículo.


Bolsonaro defende mudanças na legislação para combater a violência

Bolsonaro defende mudanças na legislação para combater a violência Foto - José Cruz / Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro defendeu hoje (11) mudanças na legislação com a participação de todas as esferas de todos os Poderes e da imprensa para impedir o avanço da violência no país. A afirmação foi feita em referência a um vídeo que pode ser visto na conta pessoal de Bolsonaro no Twitter. Nas imagens, aparece um prédio incendiado no Ceará e uma voz masculina ameaçando o presidente com xingamentos. As ameaças fazem referência às declarações de Bolsonaro no sentido de endurecer a política de combate à violência. “Note a necessidade mais que urgente de se mudar a legislação com participação de todas as esferas de Poderes e Imprensa”, esceveu o presidente destacando a palavra “imprensa” com letra maiúscula. Ao se referir ao vídeo, Bolsonaro afirmou que a população precisa ter uma resposta urgente e que não aceita ameaças. “Não porque o marginal ameaça, citando meu nome, mas para mostrar ao povo ordeiros de que lado estão o Executivo, Legislativo e Judiciário.” Minutos depois, em um novo tuíte, o presidente destacou que os criminosos "sabem exatamente o que fazem". "Combatê-los é simples e rápido, mas requer que os Poderes permitam mecanismos para realmente defender a população", acrescentou. Segundo Bolsonaro, "é necessário [adotar] ações para que os agentes de segurança possam dar a efetiva resposta". 


Bolsonaro divulga foto oficial em formato padrão

Bolsonaro divulga foto oficial em formato padrão Foto - Alan Santos / PR

O presidente Jair Bolsonaro divulgou na tarde de hoje (10) a sua foto oficial como presidente da República. A foto foi feita na última segunda-feira (7), no Palácio da Alvorada, e mostra o presidente da cintura para cima, com a faixa presidencial e tendo a bandeira do Brasil ao fundo. Bolsonaro resgata um padrão tradicional de foto oficial, abandonado por Michel Temer. Temer escolheu uma pose mais informal: em pé em uma biblioteca e apoiando uma das mãos na mesa. Ele não usou a faixa presidencial em uma foto em plano mais aberto. Bolsonaro usou suas contas no Twitter e no Facebook para divulgar a foto, lembrando que ele é o 38º presidente da República. A foto oficial será fixada nas repartições públicas federais do país. Também será colocada na galeria de presidentes da República, no hall de entrada do Palácio do Planalto.