BUSCA PELA CATEGORIA "Mundo"


Anticorpo que neutraliza coronavírus é identificado em testes laboratoriais

Anticorpo que neutraliza coronavírus é identificado em testes laboratoriais

Conforme estudo publicado online na segunda-feira (04), na Nature Communications, cientistas descobriram um anticorpo monoclonal humano capaz de impedir que o vírus da Covid-19 infecte células cultivadas em laboratório. É um primeiro passo em direção ao desenvolvimento de anticorpos capazes de prevenir ou tratar a doença causada pelo novo coronavírus. De acordo com informações da CNN Brasil, o estudo foi bem-sucedido em experimentos de laboratório in vitro e novos testes são necessários para comprovar sua eficácia.  A epidemia de Covid-19 se espalhou rapidamente pelo mundo, infectando 3,3 milhões de pessoas e matando mais de 235 mil. Pesquisadores da Universidade de Utrecht, do Centro Médico da Universidade de Erasmus e da Harbour BioMed (HBM) assinam o estudo. "Essa pesquisa avança em relação ao trabalho já feito no passado com os anticorpos do vírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars), que causou uma epidemia em 2002/2003", explicou Berend-Jan Bosch, professor associado da Universidade de Utrecht e coautor do estudo. "Usando essa coleção de anticorpos encontrados naquela época, identificamos um específico que também é capaz de neutralizar a infecção pelo Sars-Cov2, em células cultivadas em laboratório. Esse anticorpo tem o potencial de alterar o curso da infecção no hospedeiro, ajudando no combate ao vírus ou prevenindo a infecção."


Vacina contra COVID-19 deve ter primeiros resultados até junho, diz Pfizer

Vacina contra COVID-19 deve ter primeiros resultados até junho, diz Pfizer Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A farmacêutica americana Pfizer chamou a atenção do mundo nesta semana ao anunciar a produção em estado avançado de uma vacina que pode ser eficaz contra a COVID-19, com capacidade de entrar em atividade ainda em 2020. A expectativa da empresa é que os primeiros resultados dos testes clínicos, que indicarão a real eficácia da imunização, sejam conhecidos entre o final de maio e o início de junho. "Se tudo correr como esperado durante o trabalho clínico, esperamos que seja possível ter no mês de outubro vacinas prontas para uso emergencial, além de fabricar centenas de milhões de doses até o final de 2020", estima a Pfizer. Respondendo a perguntas enviadas pela CNN, a farmacêutica explicou que a velocidade acima do usual no desenvolvimento de uma possível imunização está associada a um novo tipo de tecnologia, baseada no chamado RNA mensageiro, o mRNA. São vacinas desenvolvidas a partir do código genético do vírus e não, como é padrão, de uma versão inativada do próprio composto que causa a doença. As informações são da CNN.


Cientistas chineses anunciam descoberta contra covid-19

Cientistas chineses anunciam descoberta contra covid-19 Foto - REUTERS / Lindsey Wasson

Um grupo de cientistas chineses isolou vários anticorpos que considera "extremamente eficientes" para impedir a capacidade do novo coronavírus de entrar nas células, o que pode ser útil tanto para tratar quanto para prevenir a covid-19. Atualmente, não existe tratamento comprovadamente eficaz para a doença, que surgiu na China e está se proliferando pelo mundo na forma de uma pandemia que já infectou mais de 850 mil pessoas e matou 42 mil. Zhang Linqi, da Universidade Tsinghua, de Pequim, disse que um remédio feito com anticorpos como os que sua equipe descobriu poderia ser usado de forma mais eficaz do que as abordagens atuais, incluindo o que ele chamou de tratamentos "limítrofes", como o plasma. O plasma contém anticorpos, mas é limitado pelo tipo de sangue. No início de janeiro, a equipe de Zhang e um grupo do 3º Hospital Popular de Shenzhen começaram a analisar anticorpos do sangue colhido de pacientes recuperados da covid-19, isolando 206 anticorpos monoclonais que mostraram o que ele descreveu como uma capacidade "forte" de se ligar às proteínas do vírus. Depois eles realizaram outro teste para ver se conseguiam de fato impedir que o vírus entrasse nas células, disse ele em entrevista à Reuters. Entre os cerca de 20 anticorpos testados, quatro conseguiram bloquear a entrada viral, e desses dois foram "imensamente bons" para fazê-lo, disse Zhang. Agora a equipe se dedica a identificar os anticorpos mais poderosos e possivelmente combiná-los para mitigar o risco de o novo coronavírus sofrer uma mutação. Se tudo der certo, desenvolvedores interessados poderiam produzi-los em massa para testes, primeiro em animais e futuramente em humanos. O grupo fez uma parceria com uma empresa de biotecnologia sino-norte-americana, a Brii Biosciences, na tentativa de "apresentar diversos candidatos para uma intervenção profilática e terapêutica", de acordo com um comunicado da Brii. "A importância dos anticorpos foi provada no mundo da medicina há décadas", afirmou Zhang. "Eles podem ser usados para o tratamento de câncer, doenças autoimunes e doenças infecciosas". Os anticorpos não são uma vacina, mas existe a possibilidade de aplicá-los em pessoas do grupo de risco, com o objetivo de impedir que contraiam a covid-19. Normalmente não transcorrem menos de dois anos para um remédio sequer obter aprovação para uso em pacientes, mas a pandemia de covid-19 acelera os processos, disse ele, e etapas que antes seriam realizadas sequencialmente agora estão sendo feitas em paralelo.


Coronavírus mata 18.440 em todo o mundo, diz OMS

Coronavírus mata 18.440 em todo o mundo, diz OMS Foto - Arquivo Pessoal

O número de pessoas infectadas com o novo coronavírus ultrapassou 400 mil em todo o mundo, com a maior quantidade de mortes na Europa. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até a última quarta-feira (25) , o total de infecções havia aumentado em 40.712 em relação ao dia anterior, atingindo 414.179 em 199 países e territórios. Já o total de mortes teve um crescimento de 2.202, chegando a 18.440. A Itália registrou a maior quantidade de mortes. O número do governo – 7.503 – é quase o dobro da China. Líderes de governos locais na Itália têm utilizado a internet para exortar moradores a permanecerem em casa, porque muitas pessoas estão ignorando o confinamento vigente em todo o país, o que agrava a situação.


Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio são adiados

Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio são adiados Foto - Reuters/Stoyan Nenov/Direitos Reservados

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou, nesta terça-feira (24), o adiamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 para 2021. O entendimento sobre a impossibilidade do início das competições no dia 24 de julho, por conta da pandemia do novo coronavírus, aconteceu após conversa por teleconferência entre o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e o presidente do COI, Thomas Bach. Nota publicada no site de instituição esclarece que: “Nas atuais circunstâncias, e com base nas informações fornecidas hoje pela OMS, o Presidente do COI e o primeiro-ministro do Japão concluíram que os Jogos da XXXII Olimpíada de Tóquio devem ser remarcados para uma data posterior a 2020, mas o mais tardar no verão de 2021, para proteger a saúde dos atletas, todos os envolvidos nos Jogos Olímpicos e da comunidade internacional.”


Libertadores e Sul-Americana estão suspensas até 5 de maio em função do coronavírus

Libertadores e Sul-Americana estão suspensas até 5 de maio em função do coronavírus Foto - Divulgação

A Conmebol anunciou na quarta-feira (18) a suspensão de todos os jogos da Libertadores e da Copa Sul-Americana até o dia 5 de maio em função do coronavírus. Na última quinta-feira (12), a entidade havia comunicado a suspensão da Taça Libertadores entre os dias 15 e 21 de março, e agora, o prazo foi prorrogado. No comunicado, a Conmebol informou estar “comprometida com a prevenção do Covid-19, sob o risco de sua expansão, e em salvaguarda dos jogadores, técnicos, delegados, árbitros, dirigentes, imprensa e torcedores” e solicitou aos clubes “que mantenham as devidas diligâncias para evitar a propagação do vírus e que cumpram os protocolos de prevenção sugeridos pelas autoridades competentes”. Na última terça-feira (17), a Conmebol e a Uefa anunciaram o adiamento da Copa América e da Eurocopa, principais torneios de seleções da América do Sul e da Europa, para 2021. Os torneios seriam disputados entre 12 de junho e 12 de julho deste ano. Uma semana antes, a Conmebol anunciou o adiamento das duas primeiras rodadas das Eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2022. Já a Fifa, anunciou o adiamento do novo Mundial de Clubes, que seria realizado entre 17 de junho e 4 de julho de 2021, na China. 


Brumadense do Columbus Crew da MSL nos EUA, conta como o coronavírus paralisou liga de futebol americana

Brumadense do Columbus Crew da MSL nos EUA, conta como o coronavírus paralisou liga de futebol americana Foto - Reprodução / FOX Sports

O brumadense Arhur Lima, meia do Columbus Crew Soccer Club, participou na tarde desta quinta-feira (19), direto de Columbus, no estado de Ohio, nos Estados Unidos,  do Programa FOX Sports Rádio do canal esportivo FOX Sports, apresentado por Benjamin Back. O jogador falou sobre o confinamento após o Novo Coronavírus. Artur contou como o coronavírus parou a liga de futebol e o país americano. Os integrantes do programa perguntaram sobre preparação a física, treinamentos e como tem sido seus dias durante esse período de Coronavírus. Seu último jogo foi no dia 08 março e os treinos se encerraram no dia 12.


Copa Libertadores está suspensa por tempo indeterminado

Copa Libertadores está suspensa por tempo indeterminado Foto - Divulgação

Assim como vem acontecendo em diversas ligas esportivas ao redor do mundo, a Copa Libertadores também será paralisada por conta da pandemia do coronavírus. A Conmebol tomou a decisão nesta quinta-feira e a medida começará a valer a partir da próxima semana. O clássico Grenal, que ocorrerá nesta quinta-feira está mantida pela confederação que rege o futebol sul-americano. A informação foi divulgada inicialmente pelo repórter Martín Fernandez, do site Globoesporte.com.


Bahia vence Nacional-PAR e ganha primeiro jogo oficial fora do país

Bahia vence Nacional-PAR e ganha primeiro jogo oficial fora do país oto - Felipe Santana / Divulgação / EC Bahia

Na noite desta quarta-feira de cinzas, o Bahia venceu o Nacional do Paraguai por 3 a 1 e avançou para a segunda fase da Copa Sul-Americana. Foi a primeira vez em toda sua história que o Esquadrão de Aço venceu uma partida oficial fora do Brasil. A próxima etapa da competição continental será só em maio, quando a Copa recebe as equipes eliminadas da Libertadores da América. Próximo compromisso da equipe do técnico Roger Machado é no dia 7 de março, contra o Confiança, na Fonte Nova, pela Copa do Nordeste.


Aumento do número de casos de coronavírus fora da China abala mercados globais; Ouro salta para maior valor em 7 anos e preços do petróleo caem 4%

Aumento do número de casos de coronavírus fora da China abala mercados globais; Ouro salta para maior valor em 7 anos e preços do petróleo caem 4% Foto - Divulgação / Josué Damacena (IOC/Fiocruz)

Um aumento no número de casos de coronavírus fora da China abala as bolsas da Europa nesta segunda-feira (24), com os investidores temendo que o surto possa afetar significativamente o crescimento global.  Em Milão, o índice FTSE/MIB tinha queda de mais de 4%, após a Itália informar que ao menos 190 pessoas foram diagnosticadas com o vírus, e cinco morreram. De acordo com informações do G1, nas bolsas de Londres, Frankfurt e Madri, a queda superava 3%. Segundo a agência Reuters, os mercados de ações europeus sofrem nesta segunda-feira a maior queda diária desde meados de 2016. Entre os piores desempenhos no índice pan-europeu STOXX 600 estavam ações de aéreas, com EasyJet, Ryanair, Air France e Lufthansa recuando entre 7% e 11%. O índice de viagens e lazer da Europa caía acima de 4%. Na China, o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,4%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,28%. Já as bolsas de Hong Kong e de Seul perderam 1,49% e 3,87%, respectivamente. Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 2,25%. O declínio das ações também acontece após reunião de ministros das finanças e chefes de bancos centrais das 20 maiores economias industriais, no qual as autoridades advertiram que o surto que começou na China está ameaçando descarrilar o crescimento mundial. No Brasil, o mercado de ações e os bancos estão de folga devido ao carnaval e só reabrem na quarta-feira (26). A busca por ativos considerados mais seguros também fez saltar o preço do ouro em mais de 2%, para US$ 1.684,60, maior valor em 7 anos. Os preços do barril de petróleo recuavam mais de 4%. O Brent tinha queda de 4,14%, sendo negociado a US$ 56,08. Já o barril WTI recuava 4,01%, a US$ 51,24.