Agricultores familiares de Ituaçu vão contar com unidade de processamento de derivados de mandioca

Agricultores familiares de Ituaçu vão contar com unidade de processamento de derivados de mandioca Foto - Divulgação / CAR

As obras da construção da Unidade de Processamento de Derivados de Mandioca, da Associação dos Produtores Rurais do Guigó, no município de Ituaçu, seguem a todo vapor. A comunidade está na expectativa para a inauguração da agroindústria, construída pelo Governo do Estado, que vai melhorar a renda de 60 famílias diretamente, com a venda de bolos, biscoitos, entre outros quitutes que serão produzidos na unidade. A obra civil já está em fase final, e será entregue ainda este ano. O investimento, de R$460,9 mil, está sendo realizado por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial. A Assistente Comunitária Rural (ACR), Marcia Barbosa Teixeira, do Bahia Produtiva, conta que algumas pessoas produzem a tapioca individualmente: “Com a agroindústria pretendemos expandir  juntos a produção para vender em mercados e participar de compras públicas, por exemplo”. A Associação dos Produtores Rurais do Guigó também foi contemplada com 20 barracas de feira, para organizar a venda de produtos nas feiras livres, equipamentos de escritório para auxiliar a gestão, veículo utilitário para transportar os produtos e a contratação de uma Assistente Comunitária Rural (ACR), que presta assistência à comunidade junto aos profissionais de assistência técnica e extensão rural (Ater). Ainda está prevista a entrega máquinas e equipamentos como despolpadeira de frutas, forno e fogão industrial, mesa para processamento dos produtos e balança para pesagem.