Brumado: Diretório Municipal do PT torna pública oposição ao prefeito Eduardo Vasconcelos

Brumado: Diretório Municipal do PT torna pública oposição ao prefeito Eduardo Vasconcelos Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores ( PT) de Brumado, por meio de nota enviada ao Agora Sudoeste, informou que “considerando os principais fatos da conjuntura municipal, marcados pela imposição e pelo descaso, o PT entende que é preciso tomar posição que favoreça os interesses populares, fortalecendo a liberdade e a democracia. Sabendo das ameaças à liberdade e à democracia, promovidas por Bolsonaro, o PT tem buscado a coalizão, mas não admite contradições em seus aliados, devendo repudiá-las. No contexto do Município de Brumado, ao final das Eleições de 2020, foi útil reconhecer o Prefeito Eduardo como apoiador do Governo Rui Costa (PT), porque embora não tenha logrado êxito, o candidato majoritário do DEM obteve muito respaldo, representando um crescimento das forças de direita no Município. No entanto, bastou um ano de administração para o Prefeito Eduardo mostrar que é tão adversário do PT quanto o DEM. Logo na primeira sessão da Câmara de Vereadores, enviou uma pauta bomba de projetos, querendo dificultar o acesso à água e à energia, o direito à licença maternidade, restringir o Plano de Carreira do Magistério, extinguir os feriados municipais que já fazem parte da cultura popular, arbitrar a delimitação dos bairros e expandir a cobrança de imposto sobre imóveis para a zona rural. Somados a esses projetos, ainda endividou o Município em R$ 23 milhões; suspendeu o benefício de estudantes de famílias vulneráveis, quis revisar o Código de Obras e Urbanismo para recuar área de imóvel em esquina de logradouro, doar área pública para empresa privada, demolir o Cemitério Senhor do Bonfim e não resolveu o impasse com a EMBASA, deixando a Cidade com esgoto a céu aberto e uma explosão dos casos de Chikungunya em Brumado, o qual alcançou um índice de casos dessa doença, acima da média do Estado da Bahia. No cenário político, juntou-se a Bolsonaro no Sete de Setembro golpista, provocando rompimento com a base aliada do Governo Rui Costa (PT). Esse fato provou a sua falta de compromisso com a democracia e mostra o quanto será dispensável e danoso no contexto do eleitorado de Brumado, um eventual apoio seu a Jerônimo ao Governo e Otto ao Senado. Em reação a essas ações políticas impopulares e entendendo que a classe trabalhadora e o povo brumadense estão insatisfeitos e indignados com esse estado de coisas, o Diretório Municipal do PT Brumado resolve tornar pública a sua oposição ao Prefeito Eduardo Lima Vasconcelos”, informou o diretório.