Eventos estão proibidos em 99 municípios de seis regiões da Bahia; Brumado está na lista

Eventos estão proibidos em 99 municípios de seis regiões da Bahia; Brumado está na lista

O decreto n° 20.397, de 13 de abril, publicado nesta quarta-feira (14) no Diário Oficial do Estado, esclarece que festas e shows seguem proibidos na Bahia. As exceções são para eventos científicos e corporativos, como reuniões, limitados a até 50 pessoas, e religiosos, que seguem permitidos para até 25% da capacidade do local. No Papo Correria desta terça-feira (13), o governador ressaltou que os eventos dos quais o decreto trata são corporativos, como reuniões. “Ninguém está permitindo festa. O termo ‘evento’ se caracteriza, eventualmente, por reuniões de trabalho, conferências, palestras.  Não está permitido festa, com número nenhum de pessoas”, explica. O gestor lembrou, ainda, que as regiões de Barreiras, Ibotirama, Brumado, Irecê, Santa Maria e Guanambi, totalizando 99 municípios, não podem realizar qualquer tipo de evento, independentemente da quantidade de pessoas. Os 99 municípios inclusos nesta lista são:

América Dourada; Angical; Baianópolis; Barra; Barra da Estiva; Barra dos Mendes; Barreiras; Barro Alto; Bom Jesus da Lapa; Bonito; Boquira; Botuporã; Brejolândia; Brotas de Macaúbas; Brumado; Buritirama; Caculé; Caetité; Cafarnaum; Canápolis; Canarana; Candiba; Carinhanha; Catolândia; Caturama; Central; Cocos; Contendas do Sincorá; Coribe; Correntina; Cotegipe; Cristópolis; Dom Basílio; Érico Cardoso; Feira da Mata; Formosa do Rio Preto; Gentio do Ouro; Guanambi; Ibiassucê; Ibicoara; Ibipeba; Ibipitanga; Ibititá; Ibotirama; Igaporã; Ipupiara; Irecê; Itaguaçu da Bahia; Ituaçu; Iuiú; Jaborandi; Jacaraci; João Dourado; Jussara; Jussiape; Lagoa Real; Lapão; Licínio de Almeida; Livramento de Nossa Senhora; Luís Eduardo Magalhães; Macaúbas; Malhada; Mansidão; Matina; Morporá; Morro do Chapéu; Mortugaba; Mulungu do Morro; Muquém do São Francisco; Oliveira dos Brejinhos; Palmas de Monte Alto; Paramirim; Paratinga; Pindaí; Presidente Dutra; Riachão das Neves; Riacho de Santana; Rio de Contas; Rio do Antônio; Rio do Pires; Santa Maria da Vitória; Santa Rita de Cássia; Santana; São Desidério; São Felix do Coribe; São Gabriel; Sebastião Laranjeiras; Serra do Ramalho; Serra Dourada; Sítio do Mato; Souto Soares; Tabocas do Brejo Velho; Tanhaçu; Tanque Novo; Tapiramutá; Uibaí; Urandi; Wanderley e Xique-Xique;