Em meio à disputa por tempo de TV, PV fecha apoio a Paulo Souto

Em meio à disputa por tempo de TV, PV fecha apoio a Paulo Souto Foto: Divulgação

Pela segunda eleição seguida, o PV deixou de lado o arco de alianças de partidos de esquerda e vai caminhar novamente com o DEM na Bahia. Ontem, a direção estadual do  partido referendou o apoio ao candidato democrata ao governo, Paulo Souto, em meio à disputa final pelos últimos minutos na propaganda gratuita no rádio e na TV. “Não somos nem de esquerda nem de direita. Essa dicotomia já foi superada há muito tempo”, disse o presidente estadual do PV, Alan Lacerda, sobre a repetição da aliança feita em 2012 na eleição para prefeito de Salvador com o partido, que sempre foi visto como historicamente ligado ao PT, mas que se distancia cada vez mais dos antigos parceiros. O apoio a Souto foi formalizado ontem, numa convenção no Hotel Mercure, quando foi entregue ao democrata uma lista com 43 reivindicações do partido. Segundo Lacerda, três motivos fizeram o PV repetir a aliança de 2012: a vontade da maioria dos militantes, a concordância com os 43 pontos elencados no documento e a garantia de montagem de um secretariado mais técnico e menos políticos. “Hoje, quando se quer absorver outro partido, cria-se uma secretaria. Não existe mérito, não existe competência. O que existe é uma soberania. É essa a forma de governar?”, disse Souto. Informações Correio da Bahia.