Brumado comemora mais uma conquista com a adesão ao Programa ODS da ONU

Brumado comemora mais uma conquista com a adesão ao Programa ODS da ONU Foto - Divulgação

Os avanços obtidos no setor educacional de Brumado continuam rompendo barreiras e ganhando, cada vez mais, o reconhecimento das grandes instituições, inclusive no âmbito nacional. A nova conquista foi muito comemorada pelo prefeito Eduardo Vasconcelos que. na manhã desta terça-feira (08), em viagem a Salvador, em audiência na Reitoria do IFBa, onde ficou acordada uma parceria da mais alta relevância, em que Brumado aderiu ao programa da ONU, ODS - Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, o qual permitirá a implantação de uma série de ações a serem desenvolvidas no planeta até o ano de 2030.  A oficialização da adesão acontecerá em um evento que será realizado em parceria com o Jornal CORREIO da Bahia no auditório do próprio IFBahia, campus Brumado, no próximo dia 22. Na reunião, que contou com a presença do prefeito Eduardo Lima Vasconcelos, de seu assessor Carlos Magno Novaes, do presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Antônio Carlos Tramm, do diretor do Worldwatch Institute – Brasil (WWI-Brasil), Eduardo Athayde e da gerente comercial do jornal CORREIO da Bahia, Luciana Gomes, os detalhes começaram a ser ajustados para esse momento tão importante. A adesão acontece em decorrência do Fórum Mineração e Sustentabilidade, promovido, em agosto, pela CPBM, WWI-Brasil e CORREIO.

Brumado comemora mais uma conquista com a adesão ao Programa ODS da ONU Foto - Divulgação

Brumado, conhecida como “capital do minério”, vem fazendo por merecer esse título ao consolidar inúmeros avanços importantes, alcançados pelo Executivo, deixando os protagonistas do evento muito orgulhosos da participação nesse processo, conforme declarou o gestor que ainda argumentou que “eu sempre venho dizendo que a gente precisa ir até lá, ao futuro, pegá-lo com as mãos e trazê-lo até nós. Os ODS vão nos conectar com o mundo e com todas as suas novas vertentes de sustentabilidade”. O chefe do executivo brumadense ainda destacou que “nós estamos bem avançados no ODS-4, que é o da Educação, pois 100% das nossas escolas já são em tempo integral, e alcançamos o índice 6,1 no IDEB ainda em 2017, quando a previsão do Ministério da Educação era a de que a nota 6 só seria alcançada em 2021. Queremos mostrar esse exemplo para outros municípios minerários e avançar nos demais indicadores”. O extenso trabalho neste setor prioritário dialoga com outros tipos de ODS, como é o caso da merenda escolar que é servida nas escolas do Município, que perfazem 4 refeições por dia, para alunos, professores e funcionários. São mais de 40 mil refeições por dia privilegiando sempre produtos de agricultores familiares da região e a prefeitura, agora, está buscando, de todas as formas, instalar placas de energia solar para suprir a demanda energética das escolas, com a instalação de placas de energia solar nas escolas do Município, o que irá gerar uma grande economia futura, já que mais de mil aparelhos de ar condicionado já foram instalados nas salas de aulas. Então, neste contexto, Brumado tem tudo para desenvolver o programa da ONU de forma muito competente.