Fernandão, ídolo do Internacional, morre em acidente de helicóptero

Fernandão, ídolo do Internacional, morre em acidente de helicóptero Foto/Reprodução: IG

O ex-atacante Fernandão, um dos maiores ídolos da história do Internacional e do Goiás, morreu por volta das 2h deste sábado, em Goiás, aos 36 anos. Fernando Lúcio da Costa voltava de sua casa em Aruanã, cidade no interior do estado às margens do Rio Araguaia, para a capital, localizada a 315km de distância. - Infelizmente, é verdade. Fui o primeiro a saber. Me ligaram às 5h da manhã. Estavam ele e mais quatro amigos (no helicóptero), todos faleceram. É uma lástima - disse o presidente da Federação Gaúcha, Francisco Novelletto. Segundo a Polícia Civil, a aeronave levantou voo da fazenda que pertencia a Fernandão por volta de 4h foi encontrada sobre um banco de areia, às margens do rio Araguaia. O local do acidente fica a 15km do centro de Aruanã. Além de Fernandão, estavam no helicóptero e não sobreviveram: Edmilson de Sousa Leme (vereador de Palmeiras de Goiás), Bidó Antônio de Pádua, Lindomar (funcionário da fazenda) e o piloto, identificado como Milton. Nascido em Goiânia, Fernandão, revelado pelo Goiás, viveu suas maiores glórias no Colorado. Ganhou duas vezes o Campeonato Gaúcho e foi um dos principais nomes na conquista da primeira Libertadores do Inter, vencida em 2006. No mesmo ano ainda levantou o troféu de campeão do Mundial de clubes da Fifa. Foi capitão durante a maior parte de seus quase cinco anos de Inter. Informações GloboEporte.com.