Monitor de Secas aponta menor gravidade da seca na Bahia desde julho de 2014

Monitor de Secas aponta menor gravidade da seca na Bahia desde julho de 2014 Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

A última atualização do Monitor de Secas aponta que na Bahia houve uma redução da área com seca simultaneamente com uma diminuição expressiva das áreas com seca grave na comparação entre março e abril. Esta é a melhor situação no estado em termos de severidade das áreas com seca desde julho de 2014, quando o primeiro mapa do Monitor foi produzido. As chuvas ficaram abaixo da média história em algumas áreas do litoral sul, no noroeste (na divisa com o sul do Piauí) e no sudoeste (próximo ao norte de Minas Gerais). Nas demais áreas, foram observadas precipitações próximas ou ligeiramente acima da média histórica. Com base nos indicadores de curto e longo prazos, houve uma redução da área com seca grave, permanecendo somente no noroeste baiano na divisa com o sul do Piauí. A seca moderada também teve uma redução considerável na sua área, principalmente na região central da Bahia. As áreas com seca fraca e moderada passaram a predominar no território baiano. Também houve um aumento da área sem seca próximo a Sergipe. Os impactos observados são de curto e longo prazos na faixa leste e de longo prazo nas demais áreas do estado.