Brumado: funcionários dos Correios aderem á greve nacional

Brumado: funcionários dos Correios aderem á greve nacional Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Em assembleia  realizada na noite de terça-feira (10), funcionários dos Correios decidiram por entrar em greve geral por tempo indeterminado.  De acordo com informações do G1, a categoria quer impedir a redução dos salários e de benefícios, e é contra a privatização da estatal, que foi incluída no mês passado no programa de privatizações do governo Bolsonaro. O reajuste salarial de 0,8% é um dos principais pontos reclamados pela categoria. No entanto, os trabalhadores querem também a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios. Em nota, a direção dos Correios informou ter participado de 10 encontros com os representantes dos trabalhadores para apresentar propostas dentro das condições possíveis, "considerando o prejuízo acumulado na ordem de R$ 3 bilhões". Segundo apurou o Agora Sudoeste, em Brumado, as atividades administrativas e atendimento  estão paralisadas e apenas os carteiros atuam na entrega de correspondência.