Bahia tem pior taxa de desocupação no 2º trimestre de 2019, diz IBGE

Bahia tem pior taxa de desocupação no 2º trimestre de 2019, diz IBGE Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

De acordo com resultado de Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada pelo IBGE nesta quinta-feira (15), a Bahia tem a maior taxa de desocupação do país - é considerada desocupação quando a pessoa não está trabalhando e procurou trabalho. De acordo com informações do BA TV, com 17,3%, a Bahia superou o Amapá, que era o estado com o maior índice no primeiro trimestre do ano, com 20,2% e agora tem 16,9% de pessoas desocupadas. No segundo trimestre de 2019, foi registrado 1,215 milhão de pessoas desocupadas, 67 mil a mais que no primeiro trimestre deste ano. Em relação ao segundo trimestre do ano passado, quando havia 1,124 milhão de desocupados, o aumento foi de 91 mil desocupados. O número de pessoas que não estão trabalhando nem procuraram trabalho (ou seja, estão fora da força de trabalho) ficou em 4,991 milhões, na Bahia, no 2º trimestre de 2019.