Carlinhos Moura fala sobre as eleições 2020 e desejo de disputar a prefeitura de Brumado

Carlinhos Moura fala sobre as eleições 2020 e desejo de disputar a prefeitura de Brumado Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O auditor fiscal do Estado, Luís Carlos Moura Matos ‘Carlinhos Moura’ em contato com o Agora Sudoeste, nesta quinta-feira (08), falou sobre o processo eleitoral em Brumado nas eleições deste ano, as projeções para as eleições de 2020 e suas intenções na política brumadense. Moura não escondeu o desejo de se candidatar a prefeito do município. Nossa reportagem fez alguns questionamentos ao ex-candidato a deputado federal, que obteve 3.595 votos na Bahia e 2.530 em Brumado. Carlinhos disputou as eleições de 2016 como vice-candidato a prefeito na chapa encabeçada pelo ex-vereador Alessandro Lôbo. Confira abaixo a entrevista.

Carlinhos Moura fala sobre as eleições 2020 e desejo de disputar a prefeitura de Brumado Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Passado esse último processo eleitoral como você vê o quadro eleitoral em Brumado?

Infelizmente Brumado continuará sem representantes na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa, ainda que alguns dos parlamentares eleitos com votos no município, não com o mesmo comprometimento de um filho legitimo da cidade, deverão destinar algumas “migalhas” para a cidade. Nada que atenda efetivamente as demandas da população. Essa situação, que se renova a cada eleição, é resultado da política equivocada dos líderes políticos locais que têm preferido apoiar candidatos de outros municípios ou tentar impor nomes sem se preocupar com os anseios da população, relegando a um plano inferior os interesses do município para atender questões pessoais e vaidades. O resultado, previsível, não poderia ser outro. A cidade só tem a perder, o que é péssimo em razão de nossas demandas reprimidas. Mas é a democracia, cabe a nós aceitar o resultado e trabalhar para que nas próximas eleições haja, por parte da população, a consciência da necessidade de reverter o quadro. Sou otimista. Acredito que uma nova mentalidade já nasceu. As urnas desta última eleição já fizeram uma boa depuração no cenário político. A tendência é que esse processo avance.

Como você avalia sua campanha na Capital do Minério após ter obtido mais votos que deputados que investiram muito em suas campanhas?

Fizemos uma campanha para conquistar a consciência das pessoas e não para comprá-las. Não tivemos lideranças, grupos, nem partidos políticos nos apoiando. Sem comícios, carreatas, caminhadas, bandeiras, fogos, mentiras, promessas, sem doações financeiras, etc. E, se considerarmos que estamos diante de uma cultura que ainda prevalece o “toma lá, dá cá”, estou convencido que fomos bem sucedidos em Brumado.

Você tem pretensões futuras na política brumadense?

Já estamos nos reunindo mensalmente com amigos e familiares que nos apoiaram recentemente. Nunca tive a oportunidade de colocar meu nome como candidato a prefeito. Embora reconheça que ninguém possa ser candidato de si próprio, não devo negar que existe a disposição de contribuir, como candidato ou não, para que Brumado possa, finalmente, unir todas as correntes e segmentos da sociedade em torno da construção de um projeto de desenvolvimento econômico e social que possa ser efetivamente implementado.

Em 2020 você pretende colocar seu nome à disposição da população para prefeito?

Não vou ser hipócrita. Tenho, assim como entendo qualquer um filho da terra, pretensão de um dia poder contribuir, como prefeito, para o desenvolvimento de Brumado. Mas não é uma obsessão, nem um projeto pessoal. Muitas pessoas têm manifestado essa proposta. E, nesse momento em que cresce o número de pessoas que já não se conformam com a situação atual, de pessoas que querem uma mudança profunda nos métodos e na forma como a política deva ser conduzida, natural que o meu nome, que já foi preterido em duas oportunidades para atender interesses de partidos, seja lembrado. Já demonstrei, como secretário municipal, assim como meu currículo profissional atesta, estar preparado para administrar o município Um dado preocupante é que em mais de 50 anos só tivemos 7 prefeitos eleitos.

Você já procurou ou foi procurado para formação de algum grupo para disputar as eleições de 2020?

Já tivemos convites de alguns partidos para assumir a presidência do Diretório local com este objetivo. Mas, como já disse antes, minha preocupação agora é contribuir para a formação de um grupo robusto, com pessoas novas, com consciência crítica e que tenha como bandeiras a defesa intransigente dos princípios éticos e morais na condução da política e da coisa pública. A renovação é mais que necessária, é um dos pressupostos da Brumado que queremos. Queremos contrapor a polarização política existente em Brumado. Sempre dois grupos se revezando no poder a mais de 50 anos. Iremos para o embate com outra via de brumadenses livres das amarras do poder público e que querem mudança no contexto político de Brumado, com um novo modelo de gestão e livre dos políticos profissionais.