Brumado: Dr. Thiago Torres fala sobre o Novembro Azul

Brumado: Dr. Thiago Torres fala sobre o Novembro Azul Foto: Brumado Agora

Novembro Azul é o nome dado no Brasil a um movimento internacional criado para a conscientização a respeito do câncer da próstata e outras doenças que afetam os homens. Assim como acontece no caso do Outubro Rosa (em que edifícios ficam iluminados com cor de rosa), durante o Novembro Azul, monumentos e edifícios relevantes são iluminados com a cor azul, como acontece com o Cristo Redentor e o Congresso Nacional. De todos os tipos de câncer, o de próstata é o sexto mais comum no mundo e aquele que mais afeta os homens. Sete novos casos da doença surgem a cada hora. O diagnóstico precoce é essencial para o tratamento. Com uma estimava anual de 69 mil novos casos, a chance de cura pode chegar a 90% quando descoberto ainda no início pelo médico urologista.  Os sintomas associados ao câncer de próstata só aparecem nos casos avançados, sendo que no início da doença não se percebe alterações ou sintomas. Por isso, a recomendação da Sociedade Brasileira de Urologia é que todos os homens que tenham mais de 50 anos façam a prevenção anual. Aqueles que são da raça negra ou que tenham história na família de câncer de próstata devem iniciar a prevenção aos 45 anos, devido ao risco maior de aparecimento da doença. A prevenção deve ser feita com o exame de toque em conjunto com o exame de sangue (PSA). Essa associação aumenta a chance de ser feito o diagnóstico. Além disso, o Novembro Azul também é um mês de conscientização do diabetes, afinal de contas, o dia 14 de Novembro é assinalado como o dia mundial do diabetes. Também existem outras iniciativas criadas para lembrar do combate aos problemas relacionados com a saúde masculina. Por exemplo, alguns homens aderem ao November (palavra em inglês que consiste na junção de moustache - “bigode” em inglês - e November  - “Novembro” em inglês), deixando crescer o bigode durante o mês de Novembro. Portanto, você, leitor do sexo masculino, tendo ou não um bigode, não deixe de fazer sua prevenção. Não tenha preconceito! Consulte um urologista.  *Estimativas para o câncer de próstata 2014 do Instituto Nacional do Câncer (Inca)