BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"


Bolsonaro lamenta morte de Boechat

Bolsonaro lamenta morte de Boechat Foto - Reprodução / Twitter

O presidente Jair Bolsonaro lamentou a morte do jornalista Ricardo Boechat  em um acidente de helicóptero na tarde de hoje (11). Por meio de seu perfil na rede social Twitter, Bolsonaro escreveu: “É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, que estava no helicóptero que caiu hoje em SP. Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos!”.


Sobe para 160 número de mortos identificados em Brumadinho

Sobe para 160 número de mortos identificados em Brumadinho Foto - Divulgação / Corpo de Bombeiros

Subiu para 160 o total de óbitos identificados após o rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). De acordo com balanço divulgado hoje (11), pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, nove mortos ainda não foram identificados e 160 pessoas seguem desaparecidas – entre funcionários da Vale, terceirizados que prestavam serviços à mineradora e membros da comunidade. No 18º dia de buscas, as operações contam com um efetivo de 376 homens, incluindo 158 militares de Minas Gerais, 132 de outros estados e 63 da Força Nacional. Há também 22 voluntários que auxiliam as equipes. A tragédia deixou ainda 138 pessoas desabrigadas. Os bombeiros continuam  as buscas por vítimas na região de Brumadinho, onde a barragem da mineradora Vale, se rompeu, no dia 25 de janeiro, e um mar de lama atingiu casas, uma pousada, o refeitório da empre e outros locais, deixando mortos e desaparecidos.


Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero

Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero Foto - Divulgação / TV Band

O jornalista e apresentador da Rede Bandeirantes Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu hoje (11) em uma queda de helicóptero na região de São Paulo, na Rodovia Anhanguera. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o piloto e ele, que estavam na aeronave, morreram carbonizados. A informação foi divulgada pelo governo do estado paulista.  A corporação atende a ocorrência com um helicóptero e 11 viaturas. Ainda não há informações sobre o que causou a queda da aeronave. As informações são do Metro1.


Decreto do indulto humanitário é publicado no Diário Oficial

Decreto do indulto humanitário é publicado no Diário Oficial Foto - Agência Brasil

O decreto de indulto humanitário para conceder liberdade a presos portadores de doenças graves e em estado terminal está publicado no Diário Oficial da União, na seção 1, página 4. O decreto é assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Bolsonaro assinou o decreto na semana passada, enquanto se recupera da cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. A assinatura foi na presença do subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Jorge Antônio de Oliveira Francisco. O texto autoriza o indulto em casos específicos, como paraplegia, tetraplegia ou cegueira adquirida posteriormente à prática do delito ou dele consequente. A condição precisa ser comprovada por laudo médico oficial ou por médico designado pelo juiz executor da pena. No decreto, estão beneficiados também os presos com doença grave, permanente, que, simultaneamente, imponha severa limitação de atividade e que exija cuidados contínuos que não possam ser prestados no estabelecimento penal, desde que comprovada por laudo médico oficial, ou, na falta do laudo, por médico designado pelo juízo da execução.


Governo Jair Bolsonaro anuncia mudanças para o trânsito

Governo Jair Bolsonaro anuncia mudanças para o trânsito Foto - Reprodução / Instagram

O Ministro Tarcísio Freitas anunciou novidades que irão desburocratizar vários setores no trânsito. Durante pronuncismento neste sábado (09), o ministro falou sobre: a ampliação da validade da CNH; fim da obrigatoriedade de aulas com simuladores; medidas que afetam caminhoneiros serão extintas ou revistas; revisões na questão do emplacamento. "O Contran emite cerca de 100 resoluções/ano atrapalhando a vida de quem transporta no Brasil", ressaltou.


Puxada por alimentos e bebidas, inflação oficial sobe 0,32% em janeiro

Puxada por alimentos e bebidas, inflação oficial sobe 0,32% em janeiro Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, ficou em 0,32% em janeiro, acima dos 0,15% registrados em dezembro. Em janeiro de 2018, o índice foi de 0,29%. O IPCA foi divulgado hoje (7), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (I0BGE). No acumulado dos últimos 12 meses, a inflação oficial do país ficou em 3,78%, pouco acima dos 3,75% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. A inflação de janeiro foi puxada pelo grupo alimentação e bebidas, que cresceu nos últimos 30 dias, fechando o mês em 0,90%. Em seguida, aparecem as despesas pessoais, que subiu 0,61%. Juntos, os grupos alimentos e bebidas e despesas pessoais responderam por cerca de 90% do índice do mês. O item alimentação no domicílio subiu 0,97% em janeiro, especialmente em função das altas nos preços do feijão-carioca (19,76%), da cebola (10,21%), das frutas (5,45%) e das carnes (0,78%). O leite longa vida, após cinco meses consecutivos de queda, subiu 2,10%, contribuindo com 0,02 ponto percentual no IPCA de janeiro. Verificou-se ainda redução expressiva nos preços do tomate (-19,46%), o que ajudou a conter a alta dos itens alimentícios.


Após incêndio, clubes manifestam solidariedade ao Flamengo

Após incêndio, clubes manifestam solidariedade ao Flamengo Foto - Tomaz Silva / Agência Brasil

O clube de futebol Fluminense divulgou hoje (8) nota de solidariedade ao clube do Flamengo, após ser noticiado do incêndio ocorrido nesta madrugada no centro de treinamento do time rubro-negro. O incêndio no alojamento da equipe deixou pelo menos dez mortos e três feridos, segundo as últimas informações. "Hoje não há clima para treino. As atividades do dia foram canceladas. Jogadores e membros da comissão técnica se solidarizam com as vitimas e familiares da tragédia que aconteceu no Ninho do Urubu", escreveu o time tricolor, em seu perfil no Twitter, decretando luto oficial de três dias. A tragédia sensibilizou, de igual modo, a equipe do Vasco da Gama, também sediada no Rio de Janeiro. "O CRVG [Club de Regatas Vasco da Gama ] lamenta profundamente o trágico incêndio no CT [Centro de Treinamento] do Flamengo. A Direção Administrativa manifesta pesar e solidariedade aos familiares das vítimas, bem como à Direção e a todos os atletas do CRF [Clube de Regatas do Flamengo]. Colocamo-nos à disposição para auxiliar no que for necessário. #ForçaFlamengo", disse, em postagem também publicada no Twitter. Na mesma rede social, o Botafogo lamentou o acontecimento, dizendo que "hoje não tem rivalidade, não tem disputa, não tem vitória". "Estamos todos derrotados e a dor é muito grande. Força ao @Flamengo, às vítimas e a todas as famílias das pessoas envolvidas na tragédia do Ninho do Urubu. #ForçaFlamengo", acrescentou. Em respeito às vítimas, a partida que seria disputada amanhã (9), às 19h, entre Flamengo e Fluminense, no Maracanã, foi cancelada. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) deve definir, com os dirigentes dos dois clubes, uma nova data para o jogo. A reunião está marcada para hoje, no período da manhã. Os clubes baianos Bahia e Vitória também se solidarizaram. 


Incêndio deixa 10 mortos no CT do Flamengo no Rio

Incêndio deixa 10 mortos no CT do Flamengo no Rio Foto - Reprodução / TV Globo

Um incêndio deixou 10 mortos e três pessoas feridas no Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio, na madrugada desta sexta-feira (8). Os bombeiros foram acionados por volta das 5h. De acordo com os bombeiros, entre os feridos há uma pessoa em estado grave. Os mortos ainda não foram identificados. Imagens feitas pelo Globocop mostram uma área do CT do clube completamente destruída pelas chamas. Por volta das 7h20 as chamas já tinham sido controladas e bombeiros atuavam apenas no rescaldo. A destruição provocada pelo fogo foi tão grande, que era difícil identificar o que funcionava no local no início desta manhã. Na área onde ocorreu o incêndio, imagens do Globocop mostravam apenas postes retorcidos e equipamentos incinerados. As informações são do são do G1 Rio.


Bolsonaro é diagnosticado com pneumonia

Bolsonaro  é diagnosticado com pneumonia Foto - Divulgação

Um boletim médico do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, informa que o presidente Jair Bolsonaro teve febre (38ºC) na noite desta quarta-feira e, após ser submetido a exames, apresentou quadro compatível com pneumonia. De acordo com informações do O Globo, Bolsonaro foi submetido a uma tomografia de tórax e abdome evidenciou boa evolução do quadro intestinal após a reversão da colostomia (o procedimento foi realizado no dia 27). Para tratar o quadro de pneumonia, os médicos ajustaram a dose de antibióticos que está sendo administrada ao presidente e mantiveram os demais tratamentos. No sábado, Bolsonaro apresentou quadro de náusea e vômitos devido ao acúmulo de líquido no estômago e passou a utilizar uma sonda neogástrica para fazer a drenagem do conteúdo. Desde então, nos últimos quatro dias, os boletins médicos constataram a estabilidade da saúde dele. 


Temperatura média da Terra em 2018 foi a 4ª mais alta já registrada

Temperatura média da Terra em 2018 foi a 4ª mais alta já registrada Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Cientistas do governo americano anunciaram que a temperatura média da Terra em 2018 foi a quarta mais elevada registrada até hoje. Em conjunto com a Nasa, a agência espacial norte-americana, a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional divulgou, nessa quarta-feira (6), um relatório sobre temperaturas em todo mundo no ano passado. O documento mostra que a temperatura média global foi de 14,69 graus centígrados, ou 0,79 grau acima da média do século 20. Trata-se da quarta maior alta desde 1880, o primeiro ano em que esses dados foram disponiobilizados. O ano mais quente já registrado foi 2016, e os cinco anos que ocupam as principais posições são aqueles que começam a partir de 2014. Os dados indicam que o aquecimento global não mostra sinais de que vai parar.