BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"


Jair Bolsonaro diz que Trabalho vai manter status de ministério; anteriormente ele havia dito que pasta perderia status e seria incorporada a outro ministério

Jair Bolsonaro diz que Trabalho vai manter status de ministério; anteriormente ele havia dito que pasta perderia status e seria incorporada a outro ministério Foto - José Cruz / Agência Brasil

Durante entrevista coletiva em Brasília, nesta terça-feira (13), o presidente eleito Jair Bolsonaro informou que a pasta do Trabalho manterá status de ministério e não se tornará uma secretaria. "O Trabalho vai continuar com status de ministério. Não vai ser secretaria, não", afirmou. Questionado se o ministério irá incorporar alguma pasta, respondeu: "Vai ser ministério disso, disso e Trabalho. É igual o Ministério da Indústria e Comércio, é tudo junto, está certo? O que vale é o status". Na avaliação do presidente eleito, "ninguém está menosprezando" o Ministério do Trabalho. De acordo com informações do G1, na semana passada, após Bolsonaro dizer que o Ministério do Trabalho seria incorporado a outra pasta, servidores protestaram na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, e deram um abraço simbólico no prédio onde funciona o órgão. Nesta terça houve um novo protesto. Segundo o presidente eleito, a meta atual é reduzir o número de ministérios de 29 para 17, mas pode chegar a 18 – inicialmente, Bolsonaro havia dito que seriam "no máximo" 15 pastas. "Se tiver que aumentar mais um ou dois, que aumente. A gente não pode é prejudicar administrar da nação por fixar o número 15. Está em 17, e talvez seja 18", disse.

 


Câncer de próstata pode atingir 68 mil brasileiros e cerca de 2 milhões de homens podem ter HBP em 2018; conheça a condição

Câncer de próstata pode atingir 68 mil brasileiros e cerca de 2 milhões de homens podem ter HBP em 2018; conheça a condição

Até o final deste ano, o câncer de próstata - segundo tipo mais comum entre os homens - deve atingir 68 mil brasileiros, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Já a Hiperplasia Benigna da próstata (HBP) - doença mais comum do órgão que não tem relação com o câncer - pode atingir cerca de 2 milhões de homens anualmente no Brasil, de acordo com informações do Hospital Israelita A. Einstein. Nesse sentido, a campanha do Novembro Azul alerta a sociedade sobre a importância da prevenção e do tratamento das doenças masculinas. De acordo com estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Datafolha, muitos homens não vão ao urologista por preconceito. Segundo o levantamento, 48% dos entrevistados alegaram não ir ao médico por machismo, pois 21% deles acham que o exame “não é coisa de homem”. Dentro do grupo de risco (homens acima de 60 anos), 38% não consideram relevante fazer o exame preventivo. Já entre os homens de 50 a 59 anos, 35% nunca fizeram o exame de toque retal. “Como o câncer de próstata não apresenta nenhum sintoma característico, muitos pacientes descobrem que têm a doença quando o tumor já está em estágio avançado. É importante que o homem se informe sobre os benefícios do exame para que não deixe o preconceito ou o medo prejudicar a prevenção e o diagnóstico do câncer”, explica  Fernando Leão, urologista e cirurgião robótico.


Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para o Ministério da Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para o Ministério da Defesa Foto - José Cruz / Arquivo Agência Brasil

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou hoje (13), por meio das redes sociais, o nome do general de Exército Fernando Azevedo e Silva para o cargo de ministro da Defesa. A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno. Há uma semana, no entanto, Bolsonaro confirmou o nome de Augusto Heleno para o Gabinete de Segurança Institucional. Azevedo e Silva foi chefe do Estado Maior do Exército e comandante da Brigada Paraquedista antes de ir para a reserva.


Inadimplência cresce 4,22% em outubro, aponta indicador da CNDL/SPC Brasil

Inadimplência cresce 4,22% em outubro, aponta indicador da CNDL/SPC Brasil Foto - Reprodução

O volume de consumidores brasileiros com contas em atraso e registrados em lista de devedores voltou a crescer em outubro e acelerou frente o mês anterior. De acordo com dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a quantidade de inadimplentes cresceu 4,22% no mês de outubro na comparação com igual mês do ano passado. Em setembro deste ano, frente 2017, a alta havia sido de 3,86%. Em números absolutos, estima-se que 62,89 milhões de brasileiros estejam com o CPF restrito para fazer compras a prazo ou contratar crédito. Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar da Costa, a inadimplência do consumidor continua elevada mesmo com o fim da recessão, pois a recuperação econômica segue lenta e ainda não impactou de forma considerável o mercado de trabalho. “A retomada do ambiente econômico acontece de forma gradual e ainda demorará para termos um aumento expressivo do número de empregos e renda, fatores que impactam de forma positiva tanto no pagamento de pendências quanto na propensão ao consumo das famílias”, analisa o presidente.


MEC cancela questão de matemática do Enem que já tinha sido usada

MEC cancela questão de matemática do Enem que já tinha sido usada

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou na segunda-feira (12) que uma das questões da prova de Matemática e suas Tecnologias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foi anulada por já ter sido usada em um vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2013, descumprindo os requisitos de ineditismo e sigilo do exame. “A questão foi elaborada em 2012 para o Inep, por um professor que, à época, estava vinculado à UFPR. No entanto, posteriormente, em 2013, a questão foi utilizada no vestibular da própria Universidade, para ingresso em 2014, o que não deveria ter ocorrido”, informou o órgão por meio de comunicado à imprensa. Segundo o Inep após constatar a repetição, o Ministério da Educação (MEC) instaurou uma sindicância para apurar responsabilidades, que pode resultar em processos administrativo, cível e até criminal. O reitor da UFPR, Ricardo Fonseca, colocou a Instituição à disposição para colaborar com a apuração. A Universidade tem um Acordo de Cooperação Técnica assinado com o Inep para integrar o processo de elaboração e revisão de itens do Banco Nacional de Itens (BNI). A questão anulada tem número diferente a depender do caderno de prova do Enem 2018. Nos cadernos amarelo, laranja e verde, é a número 150. No caderno Azul, 163, no Cinza, 170 e no Rosa, 180.


Eleições 2018: TRE-BA recebe 55% das prestações de contas de campanha

Eleições 2018: TRE-BA recebe 55% das prestações de contas de campanha Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Das mais de 1.100 prestações de contas de partidos e candidatos relativas ao 1º turno das Eleições Gerais 2018 aguardadas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), 648 foram contabilizadas pelo Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE). O número representa 55,91% do esperado pelo Eleitoral baiano. Com isso, 511 prestações ainda estão sendo consideradas pendentes. Apesar do encerramento do prazo, nessa terça-feira (6/11), o número ainda pode ser atualizado em razão do processamento das últimas informações pelo sistema.


Joaquim Levy aceita convite de Bolsonaro e vai presidir BNDES

Joaquim Levy aceita convite de Bolsonaro e vai presidir BNDES Foto - Fabio Rodrigues Pozzebom /Agência Brasil

O economista Joaquim Levy aceitou hoje (12) o convite para presidir presidir o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ele foi convidado pela equipe de Paulo Guedes, confirmado para o superministério da Economia, e a informação divulgada por sua assessoria. É o primeiro na equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro. Com experiência na administração pública, Levy foi ministro da Fazenda de janeiro a dezembro de 2015, no segundo mandato de Dilma Rousseff, com a promessa de realizar um ajuste fiscal para conter os gastos públicos.


Ministério pede imunização contra febre amarela antes do verão

Ministério pede imunização contra febre amarela antes do verão Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

Diante da proximidade do verão, o Ministério da Saúde emitiu hoje (12) um alerta para que populações que moram em áreas onde há recomendação da vacina contra a febre amarela busquem a dose de forma antecipada, antes do período de maior transmissão da doença – entre dezembro e março. Localidades recém-afetadas pelo vírus e de grande contingente populacional, como as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e de São Paulo, permanecem com um quantitativo elevado de pessoas não imunizadas e em risco de adoecer. “A doença tem alta letalidade, em torno de 40%, o que torna a situação mais grave”, destacou o ministério, em nota. O objetivo do alerta, segundo a própria pasta, é evitar correria e longas filas em busca da imunização. A cobertura vacinal para a febre amarela deve ser de, no mínimo, 95% da população.


Governo Federal vai comprar carros que resistem a disparos de submetralhadora para escolta de Jair Bolsonaro

Governo Federal vai comprar carros que resistem a disparos de submetralhadora para escolta de Jair Bolsonaro Foto - Jorge William / Agência O Globo

Através de licitação foi lançada na semana passada pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI ), o governo decidiu comprar novos carros que serão usados para a escolta do presidente eleito Jair Bolsonaro  no próximo ano. A estimativa de gasto para este fim, segundo O Globo, é até R$ 5,5 milhões para aquisição de 30 veículos, sendo que 12 devem ser blindados. Os carros servirão também para a escolta do vice-presidente, general Hamilton Mourão. No edital de licitação o GSI explica que todos os carros devem ser do mesmo modelo e da cor preta. "A cápsula Presidencial (ou Vice-Presidencial) constitui-se de um conjunto de 5 (cinco) veículos de representação, devendo obrigatoriamente ser de mesma marca, modelo e cor do veículo presidencial. Tal imposição, por aspectos de segurança, visa não demonstrar a presença exata da autoridade nos deslocamentos com o uso de veículo diferenciado. Portanto, os veículos de representação, que atendem às autoridades não se resumem somente ao veículo ocupado pelos mesmos", diz o edital.


Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões nesta quarta-feira

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões nesta quarta-feira Foto - Wilker Porto / Agora Sudoeste

O prêmio principal da Mega-Sena poderá pagar R$ 33 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 2.097, que será sorteado nesta quarta-feira (14), às 20h, no Caminhão da Sorte, que está em Nazaré Paulista (SP). Aplicado na poupança o prêmio renderia cerca de R$ 122,6 mil por mês. O valor também seria suficiente para adquirir 15 apartamentos de luxo, com carro na garagem, mobiliados, nas melhores localizações do país. Nenhuma aposta acertou os seis números do concurso 2.096 realizado na sábado (10). As dezenas sorteadas  foram 06, 11, 13, 19, 24 e 51. Mesmo sem aposta contemplada com o prêmio principal, na segunda faixa, com cinco acertos, 185 apostas receberam o prêmio de R$ 14.941,13 cada. Outras 10.842 apostas acertaram quatro números e levaram R$ 364,20 cada.